4 referências que Beyoncé faz sobre traição de Jay-Z e briga do rapper com Solange em novo álbum

capa beyonce jay-z

Foto: Reprodução redes sociais

Beyoncé fala sobre traição de Jay-Z e briga do rapper com Solange em seu novo disco.

Enquanto Beyoncé lança seu primeiro projeto solo em seis anos, os fãs do Queen Bee já estão desempacotando e analisando “RENAISSANCE” – o sétimo álbum de estúdio da cantora. Beyoncé, que é notoriamente reservada entre os ciclos de álbuns, é conhecida por falar sobre tudo em seus projetos.

Seu álbum de 2016, “Lemonade”, ficou famoso no escândalo de traição de seu marido Jay-Z e se você pensou que Beyoncé estava pronta para deixar as traições de Jay-Z no passado, pense novamente. Cheio de batidas dançantes, “RENAISSANCE” vê Beyoncé desenterrar momentos de seu passado e suas tentativas de perdoar seu marido, Jay-Z, por suas infidelidades passadas.

Foto: Reprodução

Aqui estão todas as referências que Beyoncé faz a Jay-Z em “RENAISSANCE”.

‘Cozy’ faz referência à briga no elevador de Jay-Z e Solange.

Beyoncé parece elogiar sua irmã por defendê-la durante um infame incidente de 2014 em que Solange atacou Jay-Z em um elevador após o Met Gala – ela teria sido provocada pela infidelidade de Jay-Z.

“Ela é uma deusa, ela é uma heroína / Ela sobreviveu a tudo que passou / Confiante e letal / Posso sugerir que você não brinque com minha irmã porque ela é muito confiante”, lembra Beyoncé aos ouvintes.

‘Alien Superstar’ prova que Jay-Z nunca encontrará outra Beyoncé.

Na faixa três, intitulada “ALIEN SUPERSTAR”, ela se gaba de seu lugar no mundo. “Eu sou um de um, eu sou a número um, eu sou única”, ela canta. “Nem perca seu tempo tentando competir comigo. Ninguém mais neste mundo pode pensar como eu.”

Bey sabe que o mundo para para ouvir sempre que ela lança uma nova música, e por isso ela vai garantir que você se apegue a cada palavra que ela disser.

‘Plastic Off The Sofa’ aborda a percepção pública do relacionamento de Beyoncé e Jay-Z.

Durante a faixa oito, “ PLASTIC OFF THE SOFA ”, do álbum de 16 faixas que dura pouco mais de uma hora, ela canta sobre o escrutínio que ela e Jay-Z provavelmente enfrentam diariamente.

“Não precisamos da aceitação do mundo. Eles são muito duros comigo, eles são muito duros com você, garoto,” ela canta. Uma aceitação melancólica do que aconteceu no passado – eles cumpriram seu tempo e provavelmente passaram anos consertando seu casamento.

As pessoas são duras com Beyoncé por escolher ficar com Jay-Z, e ​​as pessoas são duras demais com Jay por trair em primeiro lugar.

“Rapaz, eu sei que você não pode deixar de ser você mesmo ao meu redor, você mesmo ao meu redor. E eu sei que ninguém é perfeito, então eu vou deixar você ser, eu vou deixar você ser”, ela canta. Ela aceita suas imperfeições e afirma que é apenas uma parte de quem ele é – que ele não pode deixar de ser ele mesmo perto dela, e é por isso que seus defeitos vieram à tona.

“É o jeito que você usa suas emoções em ambas as mangas, até a cara que você faz quando eu disse que precisava ir,” ela canta.

Isso provavelmente poderia ser uma referência a como ela descobriu sua infidelidade. Ela sabia que ele havia feito algo errado quando estava agindo de forma estranha e, após sua descoberta, ela disse que precisava ir embora.

Jay-Z, no entanto, queria lutar por seu casamento, e assim o fez e eles fizeram isso funcionar ao longo dos anos. Felizmente, Beyoncé está confiante de que ele não vai trair novamente, ou mesmo que o faça, ela reconhece seu valor como mulher e como a própria Queen B.

‘Summer Renaissance’ discute o amor eterno de Beyoncé por Jay-Z.

No estilo típico de Beyoncé, ela encerra seu álbum com um lembrete de que, mesmo depois de tudo o que aconteceu entre eles, o casal dominou o perdão e continua apaixonado.

“Eu quero te abrigar e fazer você pegar meu nome, eu vou te casar e fazer você tatuar seu anel”, ela canta na faixa final do álbum.

Sair da versão mobile