A$AP Ferg fala sobre ter sido “cancelado” por fãs da Nicki Minaj

A$AP Ferg fala sobre o drama que estourou com os fãs de Nicki Minaj após a estreia de “Move Ya Hips” na Billboard Hot 100.

Nicki Minaj tem uma das bases de fãs mais apaixonadas de todas as música. Seus apoiadores não vão parar por nada para garantir seu sucesso nas paradas, comprando várias cópias de qualquer coisa em que ela aparece, bem como defendendo ele em cada esquina.

Depois que a música de A$AP Ferg com Nicki chamada “Move Ya Hips” foi apresentada por DJ Clue, os Barbs enlouqueceram nas redes sociais, implorando pelo lançamento do banger. Quando foi lançado, eles fizeram sua parte na tentativa de conseguir uma estreia em #1 na Billboard Hot 100, mas, quando não chegou perto desse ponto, a base de fãs de Nicki acusou Ferg de não ter enviado os números de vendas de seu site. Foi ai que a “#ASAPFergIsOverParty” começou a virar tendência à medida que Barbs furiosos mandavam mensagens de ódio para o rapper.

Em uma nova entrevista ao Complex, Ferg fala sobre a experiência de ser alvo de fãs de Nicki, abordando o drama. “Cara, eu amo de toda paixão, porque isso só me mostra o quão longe seus apoiadores estão dispostos a ir por ela”, disse ele, pensando cuidadosamente em sua resposta. “Eu gostaria que meus apoiadores fizessem a mesma coisa. Mas cheguei ao ponto em que era tipo, ok, tudo bem. Temos que ser verdadeiros conosco mesmos. Agora, Por que eu não quero que essa música chegue ao primeiro lugar? não existe tal coisa como ceder suas vendas para a Billboard. Eles próprios cobram isso.”

Ferg passou a dizer que não culpa os Barbs por reagir como tal, dando crédito à paixão deles. “Não sei quem deu essa informação a eles. Sou um grande fã e fico feliz em trabalhar com alguém como a Nicki, então essa é uma oportunidade que eu nem gostaria de estragar para mim mesmo”, esclareceu o rapper do Harlem. “Sabe, essa é a melhor maneira de descrevê-los: superpacientes. E não os culpo por isso. Eles são superpacientes e eu adoro isso.”

Confira o clipe abaixo: