Advogado de Tory Lanez alega que fragmentos de bala que atingiram Megan Thee Stallion sumiram

Capa tory lanez e megan Thee Stallion

Foto: Reprodução

O advogado de Lanez, Shawn Holley, alega que os fragmentos de bala que teriam sido retirados dos tornozelos de Megan Thee Stallion não podem ser localizados

A Internet foi tomada por notícias do caso de Tory Lanez e Megan Thee Stallion, o que gerou respostas do público. Foi em julho de 2020, quando Megan foi baleada no pé durante uma briga com Lanez, e quase imediatamente, a rapper afirmou em live no Instagram que Lanez foi a pessoa responsável pelos disparos. O caso foi se polarizando no Hip Hop e além, e como tweets sobre o que está acontecendo dentro do tribunal chegaram às redes sociais, a divisão aumentou.

Shawn Holley, advogado de Lanez, divulgou uma declaração sobre o ocorrido no tribunal e esclareceu relatos sobre informações de uma testemunha. De acordo com relatos, Megan supostamente teve uma discussão com outra mulher antes do tiroteio, sua ex-melhor amiga Kelsey Nicole. “Hoje no tribunal foi revelado que uma testemunha relatou ao LAPD que observou uma briga entre as duas mulheres no carro, pouco antes do tiroteio”.

Foto reprodução

A própria Megan confirmou esse relato, dizendo aos policiais logo após o incidente que a discussão foi entre ela e a outra passageira. A testemunha também disse aos policiais que o clarão do cano estava mais próximo da outra mulher, o que é confirmado pelo resíduo de bala encontrado nas mãos da outra mulher.

Foi ainda estabelecido que Megan deu vários relatos inconsistentes do que aconteceu naquela noite e que ela omitiu informações importantes para a polícia. “Estamos ansiosos para a oportunidade de interrogar Megan no julgamento sobre as inúmeras inconsistências em sua história”, disse Holley. Isso vem após relatos de um detetive sobre o caso em que Tory gritou “Dance, vadia, dance!” para Megan antes de atirar em seus pés.

À medida que as manchetes permeavam as mídias sociais, Megan atacou aqueles que ela acreditava estarem chamando-a de mentirosa. “Fui baleada e o foco de algumas dessas manchetes está descartando que fui atacada com uma arma enquanto estava desarmada e tentando pintar isso como uma luta normal entre amigos”, escreveu ela.

O TMZ voltou com mais uma atualização, desta vez adicionando uma citação de Holley, onde o advogado afirmou: “No interrogatório, o detetive Stogner admitiu que os fragmentos de bala supostamente removidos dos tornozelos da Sra. Pete não podem ser localizados”. Isso causou uma nova onda de relatórios especulativos e teorias da conspiração. Enquanto isso, Kelsey Nicole chamou as acusações contra ela de “mentirosas”.

Confira abaixo algumas reações no Twitter:

Sair da versão mobile