Álbum ‘Batuk Freak’ de Karol Conká retorna para plataformas de streaming após acordo com produtor Nave Beatz

Karol Conká havia brigado com o produtor Nave Beatz

O primeiro e bastante elogiado álbum da rapper Karol Conká, “Batuk freak”, voltar a ficar disponível para todos os tipos de plataforma de streaming. Lançado em 2013, pela Deck, o disco foi tirado oficialmente do ar em abril, por Nave Beatz, produtor do trabalho que traz canções como “Gandaia”, “Boa noite”, “Farofei” e “Maracutaia”. Conká estava em uma disputa com o produtor NAVE, que conseguiu tirar o disco das plataformas de streaming alegando não estar recebendo por direitos autorais.

“Eu tenho o direito autoral assegurado, isso é de praxe. Já passamos não sei quantos anos discutindo essa coisa de o ‘beatmaker’ (produtor das bases no rap e na música eletrônica) ter direitos. A nova discussão é sobre os royalties, principalmente no mundo de streaming”, afirmou o produtor em uma entrevista dada  meses atrás ao portal G1.

“Eu, como produtor, pessoa responsável pela feitura desse disco, ajudei a escrever, a fazer refrões, fiz quase 60 ‘beats’ para chegar às 12 músicas, acompanhei durante dias e noites o processo de mixagem e masterização com meu parceiro Luiz Café. Dei nome ao disco. Tinha a ideia de que era um batuque maluco, um batuque meio “frito”, de onde vem o nome “Batuk freak”. Tirei a foto da capa, ajudei a minha esposa (Drica Lara, que foi produtora de Karol) a fazer aquela capa”, disparou.

Conforme tinha dito na entrevista, o talentoso produtor buscava um acordo com os advogados de Conká e a aparição do disco nas plataformas indica que finalmente chegaram em um acordo.

Ouça agora “Batuk Free”:

Sair da versão mobile