Seguir

Artista Albarte lança obra de arte ‘Imagina um black panther sendo atividade’

Foto: João Victor Guimarães

A nova obra de Albarte carrega inspiração do partido dos Panteras Negras e os negros e periféricos brasileiros.

Nascido e criado na Zona Norte carioca, mais precisamente no Complexo do Chapadão, no bairro de Guadalupe, Albarte é um multi-artista que cursa pintura na Escola de Belas Artes, da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Desenvolvendo obras com foco na pintura e direção criativa, suas autorias expressam artisticamente territórios marginalizados como morros e favelas do cotidiano das periferias e de corpos negros.

Atualmente trabalhando como assistente do pintor Elian Almeida, em 2022 ele estudou na Escola de Artes Visuais do Parque Lage e no Galpão Bela Maré, passando por exposições no Museu da República, no Consulado Geral da Argentina, Thetro Municipal, Abre Alas 17 no A gentil Carioca e no Museu de Arte Contemporânea.

Foto: João Victor Guimarães

Na última semana, o artista lançou a sua mais nova obra, intitulada Imagina um black panther sendo atividade, que referencia a música Tereza Mendoza, da MC carioca Juju Rude. Como conceito principal, Albarte apresentou as semelhanças observadas entre a marginalização sofrida pelo partido americano dos Panteras Negras e o poder paralelo dentro das áreas marginalizadas no Rio de Janeiro.

Segundo ele, há uma diferença central brasileira onde o Estado atua diretamente do genocídio e encarceramento em massa da população negra, e também nas grandes barreiras impostas contra o acesso à informação, educação, direito à memória, saúde e mais precariedades dos negros e periféricos, que acaba sendo uma das causas para que casos como o das Panteras Negras não ocorram em território brasileiro, conforme acredita o artista.

Confira a obra abaixo:

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Albarte (@alb.arte)