Billie Eilish recebeu mais de R$ 100 milhões por documentário exclusivo

487
SHARES
2k
VIEWS

A cantora gravou o documentário após o lançamento de seu álbum de estréia.

Após os julgamentos e atribulações da fama adolescente, um documentário de Billie Eilish deve estrear na Apple TV+ em 2020. O projeto, que tinha um orçamento de US$ 1 milhão a US$ 2 milhões, foi um esforço colaborativo entre o diretor RJ Cutler e a gravadora Interscope Records, de Billie, que o produziu. O filme convida os espectadores para a vida agitada de Billie enquanto ela lida com o sucesso de seu álbum de estréia, When We All Adormate Where Do We Go? e o estrelato que veio com ele.

De acordo com o The Hollywood Reporter, “Cutler teve acesso profundo aos momentos privados de [Billie] com a família e os bastidores de suas aparições públicas”. O documentário será uma excelente oportunidade para os fãs verem um lado ainda mais vulnerável e honesto de Billie do que ela já apresenta. Mas para isso, a Apple precisou desembolsar 25 milhões de dólares, mais de 100 milhões de reais.

O sucesso de Billie com a Apple foi extenso este ano. Ela teve o álbum mais transmitido na Apple Music e no Spotify. Ela também foi nomeada Artista do Ano da Apple Music e ganhou o prêmio Álbum do Ano, além de compositora do ano com seu irmão/parceiro de composição, Finneas. Ela até encabeçou o primeiro Apple Music Awards na noite de quarta-feira no Steve Jobs Theatre, em Cupertino, Califórnia, com uma apresentação global transmitida ao vivo exclusivamente na Apple Music.

O documentário, no entanto, será lançado pela plataforma de entretenimento da Apple, a Apple TV+, em vez do serviço de streaming da Apple Music.

 

Related Posts

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist