Bored Ape Yacht Club: Tudo que você precisa saber sobre a coleção de NFTs

Mais do que NFTs, os macacos da Bored Ape Yatch Club garantem a seus donos a entrada em um verdadeiro clube apenas de milionários

O que Neymar, Jimmy Fallon, Steph Curry, Justin Bieber e Eminem têm em comum? Eles são todos membros do Bored Ape Yacht Club, o que significa que todos compraram um avatar de macaco com diferentes características e atributos da coleção de 10.000 NFTs. Jimmy Fallon pagou mais de US$ 200.000 pelo dele.

Você já deve saber que é de Fallon se for um espectador do Fallon’s Tonight Show, já que ele exibiu seu macaco no episódio com a convidada Paris Hilton. Momentos antes, Hilton revelou que ela havia comprado recentemente um Bored Ape, que Fallon mostrou a um público perplexo.

O que torna os Bore Apes tão importantes? Bem, para começar, o custo mínimo de entrada é de 93 ether, ou cerca de US$ 224.000. E, novamente, existem apenas 10.000 deles. À medida que mais pessoas famosas compram, essa oferta fixa é percebida como se tornando cada vez mais valiosa.

Se você passa muito tempo online, principalmente no Twitter, provavelmente já viu uma NFT da Bored Ape Yacht Club. Eles atuam como avatares e ingressos para um clube social online. Sendo lançado em abril por 0,08 ether cada (cerca de US$ 190), os proprietários do BAYC são conhecedores de criptomoedas o suficiente para chegar cedo ao boom do NFT ou ricos o suficiente para comprar agora que a coleção adquiriu peso cultural.

Além das celebridades que compram, o Bored Ape Yacht Club está se tornando cada vez mais uma marca fora da rede. A Adidas fez parceria com a BAYC para seu primeiro projeto NFT, um jogo para celular BAYC lançado em janeiro e um macaco do clube no ano passado apareceu na capa da revista Rolling Stone.

Como tudo o que tem a ver com NFTs, o Bored Ape Yacht Club é controverso. Os macacos inspiram inveja entre aqueles que possuem e comercializam arte NFT, mas confusão e suspeita entre aqueles que não possuem. Assim como as criptomoedas, as NFTs são altamente voláteis. Isso leva os detratores a prever o eventual colapso do que eles chamam de bolha.

Abaixo está o que você precisa saber sobre a coleção.

São 10.000?

De um modo geral, existem dois tipos de arte NFT. Primeiro, você tem visuais únicos que são vendidos como tokens não fungíveis, assim como obras de arte na vida real. Pense nos NFTs Beeple que foram vendidos na Christie’s por até US$ 69 milhões. Em segundo lugar, você tem coleções ou “projetos” NFT, como o Bored Ape Yacht Club. Como as cartas de Pokémon, elas pegam um modelo e produzem centenas ou milhares de variações, cada uma classificada em termos de raridade. No caso do BAYC, existem 10.000 macacos, cada um com diferentes “propriedades” – vários tipos de pele, expressões faciais, roupas, acessórios e muito mais.

Essas propriedades são exibidas no OpenSea, a principal plataforma onde as NFTs são negociadas. Em qualquer página de NFT, suas propriedades serão listadas, bem como a porcentagem de NFTs na coleção que compartilham a propriedade. Normalmente, qualquer coisa abaixo de 1% é considerada rara. Por exemplo, o “Solid Gold”. De 10.000 macacos, apenas 46 têm essa propriedade, tornando esses 46 particularmente valiosos.

Adidas X Bored Ape Yacht Club Collab | Adidas Finally enters the Metaverse - NFT's Street

Valor de Mercado

Como observado, o “preço mínimo” para o projeto – o que você pagará por um macaco com características comuns – é 71 ether. Macacos com o traço de pelo dourado são raros e, portanto, são vendidos por muito mais. Na semana passada, alguém comprou um por 333 ether, ou US$ 1,36 milhão. Um com pelos dourados e olhos de laser foi vendido por US$ 3 milhões há dois meses.

O BAYC é o segundo maior projeto NFT desse tipo, atrás apenas do CryptoPunks. CryptoPunks é uma coleção de 10.000 avatares de 8 bits criados em 2017 e recebe muito de seu valor por ser a primeira coleção em NFT. Para o segundo semestre de 2021, o CryptoPunks tinha um preço mínimo de cerca de 90 ether. Isso caiu um pouco nas últimas semanas, e os defensores da Bored Ape esperam que o preço mínimo do BAYC ultrapasse o CryptoPunks, que no espaço NFT é conhecido como “o flippening”.

O que torna o Bored Ape Yacht Club valioso?

Essa é uma questão complicada. A resposta curta é que, como na arte do mundo real, o valor está muito nos olhos de quem vê. Vamos começar no início. O Bored Ape Yacht Club foi lançado no final de abril por uma equipe de quatro desenvolvedores pseudônimos: Gargamel, Gordon Goner, Emperor Tomato Ketchup e No Sass. Levou 12 horas para todos os 10.000 serem vendidos a um preço de 0,08 Ether, ou cerca de US$ 190. O preço cresceu de forma constante de abril a julho antes de disparar em agosto.

O que torna o BAYC ou qualquer outra coleção NFT valiosa é altamente subjetivo. Em termos gerais, é uma mistura de três coisas: envolvimento de influenciadores ou celebridades, força da comunidade e utilidades para os membros.

A primeira é óbvia. Quando pessoas famosas possuem um NFT, isso faz com que outros também queiram possuir um. Um exemplo recente é Jimmy Fallon. O apresentador do Tonight Show comprou um BAYC em 8 de novembro (por US$ 145.000) e por semanas depois ele o usou como foto de perfil no Twitter, onde tem 50 milhões de seguidores. Isso trouxe uma onda de hype e vendas, o que se reflete no volume de vendas e aumento de preços.

Em segundo lugar, utilidade. A maioria dos projetos de NFT afirma oferecer algum tipo de utilidade, seja acesso a jogos para ganhar algo ou a opção de apostar um NFT em troca de uma criptomoeda associada. Outra coleção de alto valor, CyberKongs, ganhou notoriedade por permitir que donos de dois Kongs criassem um BabyKong NFT.

O Bored Ape Yacht Club fez algumas coisas para manter os proprietários interessados. Primeiro, criou o Bored Ape Kennel Club, oferecendo aos proprietários a oportunidade de “adotar” um cão NFT com características que imitam as dos Bored Apes. Outro brinde veio em agosto: frascos digitais de soro mutante. Os proprietários podem misturar seu Bored Ape com o soro para criar um Mutant Ape NFT. Ambos os NFTs Kennel Club e Mutant Ape vendem muito. Nas últimas semanas, a coleção Mutant Ape Yacht Club explodiu, com o preço mínimo subindo de cerca de 4 ether em novembro para 15 ether (US $ 55.000) agora.

Por último e mais importante é a comunidade que é construída em torno de uma coleção. O Bored Ape Yacht Club organizou encontros em Nova York e na Califórnia e também houve encontros do Bored Ape em Hong Kong e no Reino Unido. Mais recentemente, um fim de semana de festividades para os proprietários foi realizado em Nova York, apresentando uma festa de iate real e um show que contou com aparições de Chris Rock, Aziz Ansari e The Strokes. Criando assim uma espécie de clube de milionários para os proprietários.

Há um aspecto comercial no desenvolvimento de uma comunidade. Arte de qualquer tipo só vale o quanto as pessoas estão dispostas a pagar por ela. Em uma coleção de NFT, o preço mínimo é essencialmente igual ao que os membros menos investidos estão dispostos a vender. Pessoas acreditando que estão segurando um token em uma comunidade resulta em menos pessoas listando seus macacos à venda. Vender seu macaco não é apenas vender um NFT, mas também um passe comunitário.

Além disso, quando uma coleção atinge um determinado nível de valor, ela se torna um símbolo de status. As pessoas no espaço de criptomoedas e NFT usam fotos de perfil para Twitter, Discord e outras plataformas, como executivos-chefes, usam Rolex. Você pode baixar um JPG de um Bored Ape assim como você pode usar uma imitação de Rolex de US$ 10. Em ambos os casos, porém, as pessoas saberão quem está usando o verdadeiro e único.

Qual é o próximo passo?

O Bored Ape Yacht Club está lentamente se expandindo dos NFTs e se tornando uma marca “offchain” – ou seja, uma que existe fora do blockchain. Os Bored Apes estão se integrando à moda. A Adidas lançou seu primeiro projeto NFT, Into The Metaverse, em colaboração com várias marcas NFT, entre elas o Bored Ape Yacht Club. A Adidas também comprou um NFT Bored Ape Yacht Club, que agora adorna sua página no Twitter. Em janeiro, um jogo para celular, Apes vs. Mutants, foi lançado na App Store e na Play Store do Google. (As críticas foram desagradáveis.)

Mais incomum, porém, é o que as pessoas estão fazendo com seus macacos. Possuir um Bored Ape NFT dá a você direitos comerciais totais sobre ele, e os detentores estão aproveitando isso de algumas maneiras criativas. Um proprietário do Bored Ape criou uma conta no Twitter para seu macaco, onde criou uma história de fundo, o transformando em Jenkins, um manobrista que trabalha para o Yacht Club.

Em setembro, Jenkins assinou com uma agência do mundo real. Ele está recebendo sua própria biografia, escrita em parte pelo best-seller do New York Times Neil Strauss. O Universal Music Group investiu contratando uma banda composta por três Bored Apes e um Mutant Ape.

Você pode pensar que os NFTs são bobos – e terríveis para o meio ambiente – mas não espere que os Bored Apes desapareçam tão cedo.