Seguir

Cabo Daciolo mostra apoio para Oruam e pede liberdade de Marcinho VP, pai do rapper

Fotos: Reprodução/Internet

Cabo Daciolo afirmou que Deus o enviou para “proclamar liberdade aos presos”.

Nesta quinta-feira (11), Cabo Daciolo, ex-candidato à Presidência da República e ex-candidato a Senador, fez uma publicação no X pedindo a liberdade de Marcinho VP, líder do Comando Vermelho preso há quase 30 anos.

A foto utilizada mostra Oruam, filho do traficante, se apresentando no festival Lollapalooza com uma camisa com a imagem do pai. “Apenas um grito de um filho com saudades do pai”, escreveu Daciolo, parafraseando um post do próprio rapper.

O ex-candidato usou também uma passagem bíblica do Evangelho segundo Lucas. “O Espírito do Criador está sobre mim, porque ele me ungiu para pregar boas novas aos pobres. Ele me enviou para proclamar liberdade aos presos”, acrescentou.

Fotos: Reprodução/Internet

Anteriormente, o artista da Mainstreet já havia usado uma camiseta semelhante durante a polêmica comemoração do seu aniversário, em março, realizou uma grande motociata com queima de fogos, passando por diversas regiões do Rio de Janeiro durante a noite do dia 1º daquele mês.

Marcinho VP está preso desde 1996, quando tinha apenas 26 anos de idade. Nascido em Vigário Geral, ele se mudou ainda bebê para São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Em um livro de memórias escrito na cadeia, conta que começou a roubar aos 13 anos “para comprar roupas de marca”.

Suas condenções por tráfico de drogas e homicídios somam 44 anos de prisão.