Chris Brown processa mulher que o acusou de estupro em Paris

O advogado parisiense de Chris Brown cumpriu sua promessa, ele acabou de entrar com uma ação de difamação contra a mulher que fez com que seu cliente fosse preso por alegações de estupro.

O advogado, Raphael Chiche , apresentou a queixa quinta-feira intitulado “falsa acusação, cometida em 18 de janeiro de 2019.” De acordo com o documento obtido pelo TMZ, o advogado está citando uma lei criminal que se refere a falsas acusações e leva uma sentença máxima de 5 anos.

Como informamos, Brown foi libertado pela polícia na terça-feira, horas depois de ser preso . Fontes disseram ao TMZ que a polícia de Paris teve problemas com a história da acusadora – que ela foi estuprada e abusada em 3 salas separadas por 3 pessoas na suíte de hotel de Brown, com cerca de 20 pessoas na sala de estar.

Uma fonte próxima a Chris diz ao TMZ, ele reconhece que ele teve “problemas no passado”, mas sente que se tornou “um alvo fácil para qualquer um agora”

“Nós fizemos isso, irmão! É chamado liberdade! Depois de alguns dias de procedimento, a justiça foi proferida! Sem acusações! É o fim do pesadelo e de todas essas mentiras! Fico feliz em fazer o meu melhor para você!
Parabéns ao meu advogado CHICHE que sou eu, que também fez um ótimo trabalho! todo amor meu irmão!” Palavras do advogado Taylor Chiche que está no caso de abuso sexual em que Chris foi acusado.