Seguir

Keep Up to Date with the Most Important News

By pressing the Subscribe button, you confirm that you have read and are agreeing to our Privacy Policy and Terms of Use

Conheça Vênnus, com destaque artístico desde a infância, e confira o seu mais recente lançamento, “Bandida”

A artista paulista está no cenário artístico desde a infância e busca se firmar musicalmente.

Vênnus iniciou a sua carreira já cedo, aos 4 anos de idade, ao lado de seu irmão, formando a dupla “Irmãos Black Power“. A primeira aparição pública de ambos foi em uma das edições de 2008 da revista Raça Brasil. Na sequência, passaram a participar de eventos do movimento negro, hip-hop e o que mais envolvida cultura e arte.

Em mais uma edição da Raça Brasil em 2016, a dupla apresentou a contra-capa da revista. Ainda na infância, se formaram num curso de modelagem de passarela, o que proporcionou participações em inúmeros comerciais de televisão. O primeiro trabalho solo de Vênnus foi contracenando com o ator e comediante Marco Luque no filme “Os Colegas“, disponível na Netflix.

Depois que atingiu a maioridade, Vênnus decidiu seguir carreira solo e, ainda em 2016, começou a escrever seus primeiros poemas. No ano seguinte, passou a fazer aula de canto, quando percebeu sua paixão pelo campo profissional. Em 2020, assinou contrato com uma produtora e, não tendo suas expectativas supridas, encerrou o vínculo no último mês de outubro.

Diante disso, nesta quarta-feira (20), lançou o segundo single de sua carreira. “Bandida“, girando em torno do fato de que quem é bandido nunca fala abertamente, enfatiza uma musicalidade sarcástica e direciona indiretas para os críticas de suas músicas, mandando uma diss através de um áudio ao fim da faixa. Se até o momento a artista possui poucos lançamentos e colaborações, o cenário promete mudar em 2024.

Além de uma parceria com Max B.O., Vênnus conta que no ano que vem trará o seu diferencial, autenticidade, singles agitados e agressivos, mostrando o quão versátil é. Não parando por aí, entregará também o seu primeiro álbum, com grandes nomes da cena do rap. Influenciada por seu pai, Diógenes Antônio, a artista acredita que grande parte do que faz é pelo que é e o que quer construir para si mesma.

“Pela forma que fui criada, posso dizer que minha inspiração sou eu mesma. Quando criança, pude fazer parte do instituto do governo chamado ‘Fábrica de Cultura’, onde fiz cursos que, só pela experiência, levarei para vida. Tudo que eu faço não é só por mim, mas grande parte vem pelo que sou e pelo que quero construir para mim mesma”, diz ela.

Já tendo participado do quadro “Manos e Minas” ao lado de Mano Brown e outros programas de TV com MC Soffia, com quem tinha uma amizade e praticamente foi criada junta, Vênnus, desde a época de “Irmãos Black Power“, frequentou eventos de hip-hop, como shows do Racionais MC’s, festas na Casa do Hip-Hop na Zona Sul de São Paulo e outras na Estação São Bento, no Centro de São Paulo.

Desde sua infância, a artista enxerga diversas referências na cultura. Com grandes influências brasileiras, relata que tem IZA como inspiração com sua simpatia, Budah com as letras e Lourena com a doçura. Internacionalmente, tem Megan Thee Stallion, Nicki Minaj e Flo Milli.

Ouça “Bandida“: