Diomedes Chinaski é acusado de oferecer sexo e drogas para adolescente

Foto: @36n63

O rapper está sendo acusado de perseguição, assédio e até mesmo agressão.

Mais um caso complicado no mundo do hip hop vem à tona. Dessa vez envolvendo o rapper Diomedes Chinaski, dono de sons e projetos importantes, como “Comunista Rico”, e grandes colaborações. O artista que surgiu ao lado de Baco Exu do Blues, é considerado um dos maiores e melhores artistas do rap nacional, mas virou centro de um assunto muito grave nas redes sociais nos últimos dias.

Na noite do último dia 15, uma jovem, de 17 anos, deu um depoimento através de seu Twitter, contando o que já havia passado com o rapper (mesmo eles nunca tendo um caso). Os relatos pessoais oferecido pela alegada vítima, que usa os nomes @demoniaruiva e Libertina no Twitter, são de perseguição, abuso psicológico e assédio, mas durante seu relato, ela ainda disse que o rapper já teria agredido fisicamente uma ex-mulher.

Em seu primeiro tweet, a jovem fez um pedido aos fãs. “Vocês precisam URGENTEMENTE parar de dar biscoito pra Diomedes Chinaski, o cara não é nada do que prega, é um machistinha nojento, além de ter agredido a ex mulher, ele me perseguia E EU SOU DE MENOR.”

Depois, a suposta vitima começou a detalhar as situações constrangedoras e inapropriadas que ela passou ao lado do rapper. “Em um dos bailes da 9k, ele perguntou quanto eu queria para ficar com ele. Ficava me enchendo o saco no Instagram, e me cobrando quando eu iria ver ele, ele só parou porque eu tive que mentir que tinha viajado pra fora do Estado.”, contou a garota e continuou.

 

“Foi atrás de mim ‘full’ drogado na batalha da convenção em beberibe, que eu tive que vazar. Toda vez eu deixo de ir para algum show porque ele vai tá lá. Ele de fato me assusta. É um nojento do caralh*. Ele é uma grande artista, com álbuns massa, mas não passa de um esquerdo macho de merda. Além que, eu não sou a única mina com quem ele foi babaca, existe varias meninas por aí. Tem uns miseráveis dizendo que eu to querendo Hype em cima dele, hype em cima de bosta?? Me poupe. Tenho prints, testemunhas, jogaria tudo na rodinha se necessário, mas não preciso provar nada pra ninguém. Eu poderia ficar horas aqui expondo uns lixinhos que vivem no arvoredo e altos eventos daqui.”

O texto acima é um compilado de tweets da vítima, que já contam com mais de 300 retweets, 1.400 curtidas e centenas de comentários. Seu depoimento serviu de brecha para outras mulheres sentirem coragem de expor seus casos com o rapper, tendo até relato de um artista o acusando de não ter pago por seu trabalho. Uma mulher contou que ele já teria bancado o ‘estilo cafetão’, em um show no Rio de Janeiro que ela havia trabalhado de graça, e outra disse que Diomedes se aproximava dela em shows, até passar a mão em sua perna.

Em conversa com nossa reportagem, a jovem fez acusações ainda mais graves ao dizer que Diomedes lhe ofereceu drogas e sexo. A garota decidiu revelar alguns prints para comprovar a sua historia e revelou mais alguns detalhes em um depoimento exclusivo.

“Isso aconteceu em 2018, na época eu só conversei sobre com uns amigos mais próximos e lembro de ter postado no Twitter: “Caramba Diomedes me chamou no Insta” e lembro que uma garota comentou “Cancela, porque não presta”. Mas de início não entendi. Quando eu comentava com certas pessoas que eu andava, me disseram que era pra eu me sentir grata porque era Diomedes Chinaski, o cara famoso e rico.

No baile da 9k, no qual ele me alisou e me ofereceu dinheiro e droga pra ficar com ele, eu deixei claro que tinha apenas 16 anos e ele me respondeu que “as novinhas eram melhores”.

Sobre as conversas no Instagram, eu apaguei algumas mensagens. Foi porque eu realmente, na época, pensei em “dar bola”, mas logo apagava a mensagem por pensar bem e ele ser um homem bem mais velho e que me assustava até.

Na verdade me sinto um pouco assustada em relação a essa matéria e ao meu tuíte, não imaginei que teria tanta proporções. Ele já ameaçou conhecidos e conhecida… então né.”, nos contou a jovem.

Nossa reportagem entrou em contato com a equipe de Diomedes Chinaski. A assessoria de imprensa do rapper, prometeu que uma nota sobre o assunto será divulgada em breve. (Confira a nota clicando aqui) Sua ex-namorada, Erika Naize, também negou que Diomedes a tenha agredido no passado.

O espaço em nosso portal continua aberto para a ampla defesa e direito de resposta de ambas as partes.

Confira os tweets dos relatos da jovem e de outras mulheres abaixo.

Sair da versão mobile