Don L reflete sobre uso da marca Lacoste por artistas: "Espero que a marca esteja colocando muito dinheiro no Trap e no Funk"

Marca francesa se tornou muito presente entre rappers e funkeiros ao longo dos anos.

Desde quando foi lançada, a Lacoste sempre foi uma marca de sucesso com suas roupas luxuosas e com uma pegada mais esportiva. Usada por tenistas, por conta do seu fundador René Lacoste, tenista francês da década de 1920 e que viria a se tornar fundador da Lacoste, a grife virou moda nas quebradas de São Paulo.

O valor muito alto da marca não impediu que a moda pegasse entre aqueles que possam ter dificuldade de comprar as peças, pelo contrário, os produtos caros e de luxo criaram uma cena de ostentação. Com isso, muitos artistas do Trap e do Funk tem usado peças da Lacoste em peso para mostrarem onde chegaram financeiramente. Os artistas também falam da marca em suas músicas, o que com certeza impulsiona a publicidade da grife de graça. O alcance gerado pela cena, pode chegar a milhões de reais e a Lacoste não gasta praticamente nada para isso acontecer.

Esse movimento levanta uma reflexão muito bem apontada pelo rapper Don L: A Lacoste, que ganha tanto com o funk e trap, tem investido na cena? Sabemos que Kyan e outros artistas já receberam produtos da marca, mas até que ponto isso é o suficiente?
Don L fez a indagação em seu Twitter, publicando: “Espero que a Lacoste esteja botando muito dinheiro no Trap e no Funk, porque o Funk e o Trap tão botando muito dinheiro na Lacoste.”
Veja o tweet abaixo: