Ed Lover se diz preocupado após comentários suicidas de Cardi B

Cardi B afirmou ter pensamentos suicidas após uma chuva de ódio despejada contra ela nas redes sociais.

A recente ameaça de suicídio da rapper Cardi B assustou Ed Lover, que desde então compartilhou algumas palavras de sabedoria com a cantora. Em seu Instagram, no domingo (22), o pioneiro DJ de rádio e ex-apresentador do Yo! MTV Raps postou uma recapitulação da situação de seu podcast “C’Mon Son!”, antes de oferecer algumas palavras à superestrela do Hip Hop.

A rapper vencedora do Grammy Awards entrou em debate com alguns haters no Twitter, na última quarta-feira (18), o que resultou em sua admissão de ter pensamentos suicidas. Após um usuário fazer piadas xenofóbicas contra Cardi B, ela deu a entender que queria pôr fim a tudo escrevendo: “Só quero colocar uma bala na minha cabeça”.

FOTO: JASON KEMPIN/GETTY IMAGES

“Você quer me dizer que vocês, malditos e pequenos filhos da mãe, afetaram Cardi B a ponto de fazê-la querer colocar uma bala na cabeça?” disse Ed Lover, retoricamente. “Isso me assusta. Isso me assusta. Cardi, tire um tempo e cuide de sua saúde mental.”

Após um usuário fazer uma piada sobre Cardi B ser “a única mexicana que eu conheço que não trabalha duro”, Cardi – cujo pai é dominicano e a mãe é trinitina de ascendência africana e espanhola – respondeu: “Espero que você e sua mãe morram.”

Outro fã a repreendeu por desejar a morte aos outros e a alertou de que a karma poderia “voltar para você”. A nativa do Bronx rebateu com: “Não me importo. Fodam-se todos… podem me chamar de mexicana, me diminuir e magoar meus sentimentos, falar merda sobre tudo, é por isso que não lanço música.”

No entanto, em um vídeo ao vivo no Instagram datado de quinta-feira (19 de outubro), a rapper do Bronx abordou algumas preocupações que alguns fãs tiveram depois de seus tuítes que pareciam refletir pensamentos suicidas. “Quando eu explodo, sou muito franca”, ela disse aos fãs. “Quando estou passando por um dos meus momentos ruins, vou literalmente xingar todo mundo e ficar tipo, ‘Quero que você morra. Vadia, quero morrer. Não dou a mínima!’ Porque é assim que estou me sentindo naquele momento.”

Veja a fala de Ed Lover abaixo, no Instagram:

Botão Voltar ao topo