Elon Musk pede que seus ‘piores críticos permaneçam no Twitter’ após ele comprar empresa

Capa Elon Musk

Foto: Reprodução

Elon Musk é um grande defensor da liberdade de expressão.

Elon Musk pode ser o orgulhoso proprietário do Twitter, mas não pretende expulsar seus inimigos da plataforma depois de gastar US$ 43 bilhões nela. Na verdade, ele está realmente pedindo a seus críticos que considerem ficar na rede social, apesar de sua recente aquisição. “Espero que até meus piores críticos permaneçam, porque é isso que significa liberdade de expressão”, escreveu o empresário sul-africano, ganhando impressionantes dois milhões de curtidas.

Apenas algumas horas depois, Musk compartilhou uma captura de tela de uma citação de si mesmo, que atraiu quase tanta atenção quanto seu post anterior. “A liberdade de expressão é a base de uma democracia em funcionamento, e o Twitter é a praça da cidade digital onde são debatidos assuntos vitais para o futuro da humanidade”, disse ele.

Foto: Forbes/ Getty Images

Também quero tornar o Twitter melhor do que nunca, aprimorando o produto com novos recursos, tornando os algoritmos de código aberto para aumentar a confiança, derrotando os spambots e autenticando todos os humanos”. O homem de 50 anos continuou descrevendo o site como algo que possui “enorme potencial”, acrescentando que está “[ansioso] para trabalhar com a empresa e a comunidade de usuários para desbloqueá-lo”.

Apesar das promessas de Elon Musk, os usuários ainda têm seus medos sobre seus planos futuros e não hesitaram em expressá-los. “Espero que você não se torne uma plataforma para espalhar desinformação, pois não é isso que liberdade de expressão significa”, disse uma pessoa. “Um afro-americano proprietário da maior empresa de mídia social da Terra. Isso é histórico”, comemorou outra pessoa.

Confira abaixo as postagens no Twitter:

Sair da versão mobile