Engenheiro de Juice WRLD diz que está sofrendo ameaças de morte

Max Lord, do 808 Mafia, fez as acusações na quinta-feira.

Desde o falecimento de Juice WRLD, muito se tem falado sobre o artista e a forma como seu legado tem sido tratado. Por exemplo, vários álbuns póstumos foram lançados pela gravadora e os fãs não ficaram entusiasmados com a qualidade. Muitos só querem que Juice descanse em paz, e para alguns, esses lançamentos contínuos estão manchando sua discografia.

Com isso dito, a namorada de Juice, Ally Lotti, fez alguns comentários muito angustiantes nas mídias sociais recentemente, nos quais ela disse que não poderia divulgar completamente o que aconteceu com Juice WRLD antes de sua morte. Ela também fez parecer que alguém a queria morta, e deu a entender que era da gravadora de Juice.

Foto: reprodução

Agora, o engenheiro-produtor Max Lord, que faz parte da 808 Mafia, está alegando que a ex-equipe de Juice está tentando roubá-lo e que o estão acusando de algumas ações sérias. Ele também afirma que recebeu ameaças de violência que o fazem temer por sua vida. Lord até fez referência a uma conta no Twitter chamada @Chasemasta que acha que está trabalhando com George “G Money” Dickinson da Grade A Productions, e Peter Jideonwo, que era o empresário de Juice.

“Eles me ligaram em março de 2020 ameaçando que eu entregasse meu equipamento de gravação, exigindo que eu montasse na casa deles e deixasse lá, o que nem era muito equipamento na época. Tenho certeza de que eles podem pagar os 8k de equipamentos, muitos dos quais eu construí e modifiquei porque eu realmente sei o que é. Parece que eles estão tentando manchar meu nome em relação a Juice para me tirar do caminho deles”, escreveu Lord.

“Essas ameaças abertas de violência contra mim da classe A, postadas no Twitter do Chase, essas coisas são absurdas. estão ameaçando abertamente me matar. Eles roubaram armas de fogo de mim. Eles me ameaçaram com elas. Entramos em brigas físicas porque Juice não gostava de batidas. G Money tentou gravá-lo no dia anterior à sua morte”

Essas são algumas alegações muito sérias e, por enquanto, a gravadora de Juice ainda não comentou a situação.

Sair da versão mobile