FALA TU Denver Primavera: Carreira, inspirações, projetos e muito mais

- Advertisement -
- Advertisement -

O artista carioca Denver Primavera acaba de lançar seu primeiro single “Ela Não Me Ama”, acompanhado de seu videoclipe oficial. Com isso o rapper busca seu espaço e tenta se estabelecer como uma boa novidade na cena nacional.

Denver acaba de liberar seu novo projeto “Proteína” e por isso decidimos entrevistar o artista independente, que nos falou sobre sua carreira, influências, inspirações, estilo e futuro. Confira a abaixo.

Como e por que começou sua carreira?

DP: Eu sempre escrevi desde pequeno, só que eu não levava isso muito a sério.

Entre 2003 e 2004 apareceram alguns artistas de rap, pop e R&B que eu já gostava de escutar e de prestar atenção e ao mesmo tempo. Nessa época eu já escutava um pouco de Rock. E a partir de 2012 eu comecei escutar o Funk de SP também.

Mas foi a partir de 2012 que eu comecei a escrever de forma mais séria.

Como define seu estilo?

DP: Atualmente o meu estilo carrega claras influências do Trap, um pouco de funk e de Rap. Eu sou um tipo de artista que consegue absorver o melhor de cada arte e de cada estilo e apartir daí eu crio o meu próprio estilo e a minha própria identidade musical. Esse é o meu estilo. Risos!!

Quais são seus projetos futuros? Prepara novos trabalhos, álbuns, singles?

DP: Eu tenho um projeto que se chama “Proteína” que eu acabei de lançar. E nesse projeto eu misturo um pouco de Trap, Rap, Pop e tô tentando fazer algumas coisas um pouco diferentes e que podem me levar pra diversos caminhos diferentes.

Você tem algum projeto de lançar um álbum por uma Gravadora, Selo, Produtora ou algo do tipo?

DP: Até agora não. Eu não tenho nenhuma proposta de nenhuma gravadora e muito menos produtora e nem de nada do tipo. Por enquanto, eu sigo só e independente.

Quais são suas influencias e inspirações?

DP: Eu não tenho uma influência específica. As minhas influências vão surgindo de acordo com a época e com o momento daquilo que tá bombando e dando as cartas na atual cena musical. Por exemplo: atualmente o gênero que está dominando o mundo da música é o Trap (um subgênero do Rap). Então é normal que nesse momento as minhas influências sejam: Migos, Lil pump, Gucci Mane, Post Malone que faz uma espécie de (Trap Melódico). Eu também curto ouvir Lil Baby, Trippie Red, Lil Uzi Vert, 6ix9ine, Lil Wayne, Future, Tyga, Chris Brown, 50 Cent, XXXTentacion e por aí vai… Esse inferno nunca acaba. (Risos)

Como vê a cena do rap nacional hoje? O que seu trabalho traz para a cena?

DP: Eu vejo o Rap Nacional caminhando de encontro à uma grande evolução; Tanto sonora, como mental no sentido de que o rap é música; e se é música; é diversão e entretenimento e tem a obrigação de divertir as pessoas e de trazer alegria e um pouco de fantasia também. É por isso que o Trap, mesmo sendo um subgênero do Rap, conseguiu se tornar mais popular e ter uma projeção midiática (Internet, Rádios e Tv) bem maior e com um apelo bem mais popular do que o próprio Rap em si.

Assista “Ela Não Me Ama” abaixo.

https://youtu.be/Pj55IUgTmKM

- Advertisement -

Latest news

- Advertisement -

Related news

- Advertisement -