Familiares de criança vítima no festival Astroworld criticam Travis Scott após rapper comprar carro de $5 milhões

A família da vítima questiona as ações de Travis, dada a altura dos litígios do Astroworld.

A tragédia do Astroworld tirou a vida de muitas pessoas inocentes. O que era para ser uma noite de diversão cheia de música e festividades rapidamente se transformou em uma noite de terror. Inúmeros fãs foram pisoteados e feridos enquanto tentavam curtir a performance de Travis Scott, e por causa disso, o artista agora está sendo forçado a pagar pelas consequências.

Uma das vítimas do festival foi Ezra Blount, de 9 anos. Ao tentar fugir da multidão, Ezra caiu e foi pisoteado. Como resultado, ele sofreu lesões nos rins, pulmões e fígado, levando a criança a ter uma parada cardíaca. Depois disso, ele foi colocado em coma induzido em um esforço para tratar o inchaço do cérebro, mas acabou não resistindo e faleceu.

A família do menino começou a processar Travis antes que seu ente querido falecesse. Eles, juntamente com dezenas de outras famílias, esperam que Travis pague por suas perdas devastadoras. Agora, meses após o evento desastroso, a família de Ezra ficou irada com as ações recentes de Travis.

De acordo com o TMZ, o rapper de 31 anos acabou de gastar US$ 5,5 milhões em um novo Bugatti Veyron Chiron Super Sport. Bob Hillard, o advogado da família de Ezra, disse à mídia que o jovem ainda estaria vivo se Travis “gastasse metade do que pagou pelo [carro] em medidas simples de segurança no festival de música mortal”.

Embora Hillard acredite que Travis deveria poder viver sua vida livremente, ele descreveu suas ações como “excessivas”, afirmando que tudo o que ele faz deve ser questionado, devido ao número de mortes em seu evento.

Sair da versão mobile