Filha de Malcolm X é encontrada morta em casa

Makilah Shabazz era um dos frutos do casamento de Malcolm X com Betty Shabazz.

Mikalah Shabazz, de 56 anos, filha do importante ativista pelos diretios civis afro-americanos Malcolm X (1925-1965), foi encontrada morta em casa. Mikalah era uma das seis filhas do relacionamento de Malcolm com Betty Shabazz (1934-1997).

A morte de Mikalah acontece dias depois de dois homens terem sido inocentados no caso de assassinato de Malcolm X, em 1965. No momento, essas são notícias de primeira hora, portanto, não parece haver muitas informações sobre a morte de Mikalah. Anteriormente, o site TMZ relatou notícias sobre Muhammad A. Aziz e Khalil Islam, dois dos três homens condenados pelo assassinato de X, que tiveram seus casos anulados após uma investigação de dois anos sobre as condenações.

Aziz foi solto em liberdade condicional em 1985, depois de passar 22 anos atrás das grades, e Islam morreu na prisão em 2009. A notícia da morte de Shabazz já fez com que teóricos da conspiração ficassem aflitos nas redes sociais, mas o ABC 7 de Nova York relata que “a morte não parece suspeita”.

Segundo relatos, Malikah Shabazz foi encontrada morta em sua casa no Brooklyn hoje (22 de novembro). Ela foi localizada por sua filha, mas qualquer outra informação sobre este caso está sendo guardada perto do peito por enquanto.

Insider acrescentou que foram as seis filhas de Malcolm X e Betty Shabazz que solicitaram a primeira linha de investigação, para que a morte de Malcolm fosse reexaminada, embora algumas autoridades tenham resistido.

Suas condenações foram revisadas depois que suas filhas solicitaram que a investigação sobre seu assassinato fosse reaberta à luz de novas evidências, citando uma carta ao leito de morte de um ex-policial que alegou que a polícia de Nova York e o FBI conspiraram para assassinar seu pai, informou a BBC.

Sair da versão mobile