Paris Jackson revelou que seu falecido pai, Michael Jackson, sabia que ela era atraída por mulheres quando tinha apenas oito ou nove anos de idade.

A família Jackson está novamente recebendo o tratamento documental, desta vez no Facebook Watch. A filha de Michael Jackson, Paris Jackson, tem seus próprio documentário intitulads Unfiltered: Paris Jackson e Gabriel Glenn.

No episódio de estreia que foi ao ar na terça-feira (30 de junho), a artista de 22 anos se abriu sobre sua sexualidade. Paris compartilhou que, mesmo em tenra idade, Michael Jackson sabia da atração de sua filha por meninas e brincava com ela sobre isso.

“[Eu] pensei que acabaria me casando com uma garota”, disse Paris. “Eu namorei mais mulheres que homens.” Ela acrescentou: “O público conhece apenas três relacionamentos de longo prazo em que estive e eles foram com homens. O público não conhece a maioria dos relacionamentos em que estive”. Enquanto ela está em um relacionamento com seu companheiro de banda Gabriel Glenn, Paris não se considera bissexual.

“Eu digo que sou gay porque sim, acho que sou, mas não me considero bissexual porque namorei mais do que apenas homens e mulheres”, disse Paris. “Namorei um homem que tinha uma vagina. Então, não tem nada a ver com o que está nas suas calças… É literalmente apenas como você é como pessoa.”

Michael parecia aceitar a sexualidade de sua filha. “Meu pai pegou bem rápido”, disse ela. “Eu acho que ele apenas sentiu a energia e gostava de me provocar da mesma maneira que provocaria meus irmãos, com ‘Oh, você conseguiu uma namorada.’ Ou se eu estava olhando uma revista e olhando muito para uma mulher, ele dazia ‘Oh, você gosta dela?’ Tenho muita sorte de ter isso, especialmente tão jovem. Acho que tinha oito ou nove anos, porque poucas crianças têm essa experiência “.

Veja Paris falar sobre sua sexualidade abaixo.