Seguir

Filipe Ret revela benefícios da musculação em sua vida pessoal e artística em entrevista com Léo Stronda

Fotos: Reprodução/Instagram

Filipe Ret afirmou que os treinos o ajudaram contra a ansiedade e depressão.

A pandemia pela COVID-19 foi um período de grande baque mundial. Enquanto diversas pessoas se viram perdidas devido às causas da doença, outras conseguiram absorver de pouco a pouco e utilizar como combustível para melhorarem a qualidade de vida.

Por exemplo, você provavelmente foi uma das pessoas ou conhece alguém que passou a se dedicar nos exercícios físicos. Uma destas é o rapper carioca Filipe Ret, que se viu indisposto num momento em que precisava de ânimo.

Diante disso, o artista fundador da gravadora NadaMal percebeu que precisava mudar o cenário, começando, então, a malhar. “Tudo começou na pandemia, quando eu tava… Eu entrei meio na ‘deprê’, assim, né, cara. Pandemia, fiquei sem show, meio desnorteado, filho pequeno, pererê, parará”, disse.

Fotos: Reprodução/Instagram

“Lembro que eu tava no carro assim encostado no vidro, tipo, sem disposição nenhuma, tá ligado?! Aí falei: ‘caralho, preciso mudar essa porra, mané. Meu filho tá pequeno, preciso de disposição, se recuperar, recuperar minha energia'”, refletiu ele em entrevista ao fisiculturista Léo Stronda.

Em seguida, Ret contou que iniciou em seu ritmo mas teve problemas ao entrar numa sequência de shows internacionais. “Comecei da minha forma, andei bem, aí tive uma turnê nos Estados Unidos. Aí caiu tudo de novo. Senti minha barriga, um buchinho assim, mesmo sendo magrinho, mas o lance era muito mental e de disposição”, relatou.