Fivio Foreign diz que Pop Smoke era um “verdadeiro gangsta amoroso” por ser canceriano

capa fivio pop smoke

Fivio Foreign fala sobre sua amizade com Pop Smoke durante uma nova entrevista

Fivio Foreign e Pop Smoke surgiram mais ou menos na mesma época, e os dois estavam sempre juntos quando começaram a ter sucesso na cena. Como os dois maiores nomes do ressurgimento do Brooklyn Drill, Fivio e Pop construíram uma forte amizade, trabalhando juntos várias vezes no estúdio. Durante sua última entrevista para a Montreality, o rapper falou sobre o vínculo que tinha com Pop, descrevendo o rapper como um “verdadeiro bandido amoroso”.

“Pop [Smoke] era como um demon (giria americana para durão/bandido/gangsta) de verdade, certo? Mas ele era como um bandido amoroso, certo, porque ele era canceriano”, explica o rapper de “Off The Grid” antes de desfazer algumas tensões que eles tinham. “Uma vez, nós brigamos. Ele estava com raiva de mim e eu não entendi, mas eu entendo agora porque entendo mais as pessoas de câncer. Ele disse, ‘Ei, eu sempre mostro amor. Eu te amo, Eu fecho com você, tenho citado você em todas as entrevistas. Mas você nunca me mostrou nenhum amor.'”, disse ele sobre a briga com Pop.

“Então, na minha mente, eu fico tipo, ‘Seu desgraçado, Eu sempre mostro amor em todas as minhas coisas’, porque eu estava com ele o tempo todo. Quando ele assinou, eu estava na Def Jam andando pela Universal com ele. Eu estava com ele e sempre menciono isso nas minhas entrevistas. E então eu entendi, mas eu percebi isso antes de ele morrer também… Ele era como um verdadeiro gangsta amoroso.”

De acordo com novas informações, um juiz de Los Angeles County negou o pedido de fiança de Corey Walker, um dos quatro adolescentes acusados ​​de matar Pop Smoke.

O advogado de Walker, Christopher Darden, já havia solicitado fiança para seu cliente, mas os promotores do caso entraram com uma moção sugerindo que Walker não deveria ser elegível para fiança com base nas leis da Califórnia. O juiz que preside este caso, Curtis B. Rappe, concordou com a acusação e negou a fiança de Walker, deixando Walker na prisão até o julgamento.

Veja abaixo.

 

Sair da versão mobile