Fivio Foreign explica por que ele parou de visitar sua quebrada após ficar famoso

Fivio Foreign discute os problemas que enfrenta sempre que volta ao seu local de residência no Brooklyn.

Fivio Foreign está realmente se destacando nos dias de hoje. 2021 foi cheio de altos e baixos para o artista do Brooklyn. Ele foi para a prisão, voltou para casa e acabou no DONDA de Kanye West com um verso de grande destauqe. O rapper está atualmente no caminho de lançar seu álbum de estreia, BIBLE, que ele disse anteriormente que seria lançado em 2019.

O rapper está aparecendo em vários podcasts enquanto lança novos singles a cada semana. Recentemente, ele se sentou com Maino no podcast Kitchen Talk, onde discutiu sobre Pop Smoke, as ruas e o retorno ao bairro. Quando se trata de retornar ao seu território, o rapper colocou de forma simples: “Eu não vou”. Numa altura em que assistimos a um número crescente de artistas a perder a vida nas suas cidades, Fivio Foreign disse que não gosta da energia que o rodeia sempre que regressa.

“Todo mundo está chamando você, ‘venha para o bairro, venha para o bairro.’ Eles realmente não gostam de você lá, você sabe o que quero dizer? Fivio disse: “É como se eles não gostassem de você, mas eles querem que você vá e então… eu não sei. Eu não gosto da energia.” Fivio explicou que sua fama atrai a polícia, que acaba por considerá-lo o problema. “Se você volta para a quebrada, a polícia pensa que você é o problema. Você é o artista, você a pessoa famosa, você tem todo mundo lá fora, você é a razão pela qual os manos estão gritando, loucos e jogando garrafas”.

O rapper de “Big Drip” também tem uma próxima música intitulada “Say My Name” sampleia o  hit de 1999 do Destiny’s Child com o mesmo nome. Fivio afirma que 2022 será o ano dele quando ele lançar o single. “2022 pertence a mim”, ele afirma em um vídeo recente postado em sua história no Instagram. “Quando eu solto ‘Say My Name’ – eu não me importo com nada; ‘Say My Name’ será a música mais quente de 2022, ponto final.”

Confira a entrevista completa abaixo.

Sair da versão mobile