Hit-Boy está fazendo algumas revelações chocantes sobre sua “briga” com Kanye West.

O super produtor Hit-Boy havia assinado anteriormente com a GOOD Music de kanye West, onde produziu grandes sucessos para Ye, incluindo “Niggas in Paris” e “Clique”. Mas tudo isso parou, ele afirma, depois que ele colaborou com Beyoncé.

“Não sou fã de Kanye em um nível pessoal / humano desde que ele me disse cara a cara que parou de escolher minhas batidas porque eu trabalhei com a Beyoncé”, escreveu o produtor vencedor do Grammy em seu post no Instagram. “Isso foi depois de eu ter produzido niggas in paris, clique e várias outras canções / projetos para ele e sua gravadora GOOD Music nos 2 anos em que assinei com eles.”

Embora tenha suas queixas pessoais com Ye, ele concorda com o rapper quando se trata de suas visões sobre os contratos abusivos das grandes gravadoras. Ele compartilhou uma captura de tela do tweet de Kanye onde ele citou a Universal e a Sony e disse que queria libertar seus colegas artistas de seus contratos injustos.

Hit-Boy diz que assinou um “contrato de escravo” com a Universal desde os 19 anos. “Este tweet é algo com o qual posso concordar. a @umpg me manteve no que os últimos três advogados que contratei se referiram como o ‘pior contato editorial que eles já viram’ desde que eu tinha 19 anos”, revelou Hit-Boy. “Agora estou com 33 anos e tenho vários Grammys, produzi muitas das maiores canções de seus artistas favoritos, além de render mais de 450 sons desde que assinei pela primeira vez e a @umpg ainda não tem como ser simplesmente justa.”

Ele terminou marcando Polow Da Don, Roc Nation e Universal em sua postagem e pedindo uma resolução. Pouco depois, Kanye respondeu à alegação de Hit-Boy, dizendo que não se opunha a ele trabalhar com Beyoncé, mas que não sabia disso enquanto o produtor estava na GOOD Music.

“NÃO TIVE UM PROBLEMA COM ELE PRODUZINDO PARA BEYONCÉ”, tuitou Ye. “TIVE UM PROBLEMA COM O FATO QUE ELE FOI ASSINADO COMIGO E EU NÃO SABIA, MAS CONHECIA JAY E BEYONCÉ E HIT-BOY… SÓ PARA ESCLARECER.”

Ele também aplaudiu Hit-Boy por falar sobre seu contrato. Kanye tem travado uma guerra contra as grandes gravadoras por seus contratos injustos. Ele tweetou seu longo contrato com a Universal página por página e prometeu continuar a luta. Ele também compartilhou um vídeo de seu Grammy no banheiro enquanto urinava em cima dele como forma de protesto.

Confira o post de Hit-Boy abaixo.

View this post on Instagram

I haven’t been a fan of Kanye on a personal/ human level since he told me face to face he stopped picking my beats because I worked with Beyoncé. this is after I produced niggas in paris , clique, and a myriad of other songs / projects for him and his label GOOD Music in the 2 years I was signed with them. This tweet is something I can agree with though. @umpg has held me in what the last 3 lawyers Ive hired have referred to as the “worst publishing contact they’ve ever seen” since I was 19 years old. Im 33 now and have multiple Grammys, produced a lot of your favorite artists biggest songs on top of turning in over 450+ records since I first signed and @umpg still doesnt have it in them to simply be fair. If they’re doing this to me with all I’ve accomplished through hard work I can only imagine the kids who don’t have big placements/ proper guidance. If I have to be the one to get blackballed for telling the truth and trying to set the next generation free then so be it. Btw I produced 10+ joints on the CURRENT number one album in the country D2. @umpg @polowdadon @jodyagerson @iamwalterjones and the company who’s helping me on the management side @rocnation let’s fix this. Slave deals are still very real /rampant in 2020. @universalmusicgroup

A post shared by HIT-BOY AKA Tony Fontana (@hitboy) on