J. Cole admite que mentiu em algumas letras de sua música ‘100 mil’

Capa J. Cole

Foto: reprodução

J. Cole não tinha certeza sobre qual parte da música não era verdadeira, mas disse que exagerou muito em suas letras.

Durante sua apresentação na sexta-feira à noite no Rolling Loud New York, o rapper da Carolina do Norte, J. Cole, tocou algumas de suas maiores canções e encantou a multidão de milhares de pessoas, que ficaram por ali durante uma chuva torrencial para vê-lo no palco principal. O artista da Dreamville não decepcionou, movendo-se através de um medley de seus discos mais antigos misturados com novas canções do The Off-Season.

Quando chegou a hora de Cole para executar sua faixa “100 Mil”, ele admitiu que ele modificou muitas das suas letras na canção, mas afirma que não perde qualquer significado do que ele queria dizer. Durante uma pausa entre as músicas, Cole apresentou “100 Mil” dizendo aos fãs que o som não era totalmente sincero, dizendo: “Essa próxima música contém um alto nível de… é uma grande quantidade… é uma quantidade muito grande de alterações na próxima música”, disse Cole.

Foto: reprodução

“Eu não vou mentir, estou fazendo muitas alterações na próxima música, é muita mentira (cap) na verdade. Mas o espírito por trás dessa música, a mensagem por trás dessa porra de música é 100% verdadeira. Essa música é sobre, não importa o quão longe você chegue na vida, o quão bem sucedido você se torne, quanto dinheiro você ganhe, não perca o que te levou a estar ali, o impulso e a paixão por aquela merda que te levou lá”.

Cole não esclareceu em qual parte da música ele está mentindo, mas ele pode estar apenas tentando evitar a Receita Federal Americana a tempo para a temporada de impostos.

J. Cole é um dos rappers de maior sucesso do mundo, e é muito provável que ele tenha ultrapassado a marca de US$ 100 milhões com sua música, então não está claro qual parte da música é mentira. Além disso, ele ganhou o prêmio da categoria de “letrista do ano” no Bet Awards 2021.

Confira o vídeo postado no YouTube:

Sair da versão mobile