Jay Electronica elogia versos de Drake na música “Champagne Poetry”

Capa Jay Electronica e Drake

Foto: Mark Brown/Getty Images Johnny Nunez/WireImage

Jay Electronica tinha muito o que dizer sobre os versos de Drake

Embora não seja muito extenso, a carreira de Jay Electronica inclui algumas das letras e narrativas mais impressionantes do hip-hop desde a virada do século. Mais recentemente, ele participou em “Jesus Lord” de Kanye West, de seu álbum Donda, onde ele cantou sobre o poder de Deus e as injustiças que os países africanos enfrentaram nas sociedades ocidentais.

É facilmente detectável que Jay conhece o ritmo de uma batida, o que torna qualquer elogio dele significativo. Na noite de sexta-feira (21 de janeiro), ele deu a Drake seus elogios por seu impressionante verso em “Champagne Poetry”, a música de abertura do álbum de setembro de Drake, Certified Lover Boy. Ele enfatizou que o rapper de Toronto seria imortalizado no hip-hop por causa da habilidade que exibiu na faixa: “Somente pelos versos de Drizzy em Champagne Poetry, seu rosto está esculpido nas pirâmides”.

Foto: reprodução

“Champagne Poetry” é uma das faixas mais líricas e com incríveis jogos de palavras que o o último disco de Drake tem a oferecer ao lado ‘Pipe Down’, ‘No Friends In The Industry’, ‘7AM in Bridle Path’ e ‘The Remorse’, e muitos fãs apreciaram o quão bem ela deu o tom para o resto do álbum. Junto com este elogio. Jay também ficou muito grato a Kanye West por lançar sua nova música “Eazy” com The Game, produzida por Hit-Boy, chamando-a de um dos “maiores discos de todos os tempos”.

Jay também esperava fazer um remix para “Eazy”, pois revelou uma conversa de texto com Ye, onde eles concordaram em fazer a versão Jay Electronica acontecer. Em 13 de janeiro, Jay Electronica enviou uma mensagem de texto: “Temos mais músicas para fazer”, com Kanye respondendo horas depois: “Donda 2 começando agora”. Electronica então respondeu: “Deixe-me pegar minhas letras e habilidades para eu poder participar”.

Confira abaixo as postagens no Twitter:

 

Sair da versão mobile