A sentença acontecerá no final deste ano.

Juelz Santana se confessou culpado por tentar trazer uma arma em um vôo de volta em março no Aeroporto Internacional Newark Liberty e pode estar enfrentando 20 anos de prisão. Quando a segurança descobriu uma pistola calibre 38 carregada em sua bolsa, Santana fugiu da cena e se escondeu antes de se entregar vários dias depois.

Ele foi acusado de posse de arma de fogo e de portar uma arma em uma aeronave. Desde o início deste caso, Santana foi forçado a viver com sua mãe para servir uma prisão domiciliar “modificada” enquanto ele estava em turnê com a Dipset. O rapper até foi forçado a passar por aulas de controle da raiva. Santana estará de volta ao tribunal em 12 de dezembro para ouvir sua sentença.