Seguir

Kanye West diz que é o único indivíduo no planeta que poderia salvar a GAP

Capa Kanye West Capa Kanye West
Foto: Dimitrios Kambouris/Equipe

Kanye West ainda falou sobre os preços abusivos que a Gap estava vendendo suas peças.

Depois de declarar que quer sair de seu acordo com a Gap Inc. em uma carta à varejista de roupas nesta semana, Kanye West apareceu na CNBC – um contraste com sua entrevista anterior com a Fox News – para revelar detalhes sobre a proposta de separação. Como observa o correspondente da CNBC, as ações da Gap e da Adidas foram atingidas devido aos problemas com Kanye.

Apontando que ele já foi um grande defensor da Gap, até mesmo citando o nome das lojas em suas primeiras músicas, a entrevistadora pergunta se Ye acredita que a marca poderia se recuperar. “Eles só têm uma oportunidade de ser um grande jogador”, ele responde. “O que você acha que é isso? Eles têm o único indivíduo no planeta que poderia salvar a Gap… Às vezes, a resposta está bem na sua frente… Não traga um líder e não deixe que ele lidere. Não vou discutir com pessoas que tem menos dinheiro do que eu sobre dinheiro”.

Capa Kanye West
Foto: Reprodução

Além disso, ele promete que os óculos que ele está usando na entrevista “serão lançados em breve”, embora, com sua atual parceria com a marca não esteja em bons momentos, não sabemos como. Kanye diz que a Gap violou as condições de seu contrato, mas resta saber se o acordo será realmente rescindido antes do vencimento planejado em 2026.

Em notícias relacionadas, Kanye West acusou a GAP de vender por R$ 1.000 camisa que ele desenhou para custar R$ 100. “A Yeezy notificou a Gap de suas preocupações em agosto e deu à empresa um prazo contratual de 30 dias para corrigir suas violações”, disse Nicholas Gravante, advogado de Kanye, à agência de notícias. O advogado acrescentou que a Gap não tomou nenhuma ação em suas queixas.

Confira abaixo a postagem no Twitter e o vídeo no YouTube: