Kendrick Lamar é criticado por estar produzindo filme sobre jovem que interpreta escravo em museu

capa kendrick

Um fã disse que o filme soa como uma combinação de “Corra!” e “Noite no Museu”

Enquanto aguardamos ansiosamente um novo álbum de Kendrick Lamar, parece que o nativo do Compton, de 34 anos, conseguiu se envolver em alguma polémica graças a um filme em que está trabalhando em colaboração com os co-criadores de South Park, Matt Stone e Trey Parker.

Neste momento, o filme não tem título oficial, mas sabemos que é uma comédia, e “seguirá um homem negro estagiário que trabalha como ator e faz papel de escravo em um museu vivo, quando descobre que os ancestrais de sua namorada branca já foram donos de seus [antepassados]”.

Reprodução

Logo após a notícia do último trabalho de Lamar chegar à internet, centenas de usuários do Twitter expressaram seu descontentamento com o projeto – uma pessoa até apontou que a produção parece uma mistura do filme de terror de Jordan Peele, Corra! com a comédia de Ben Stiller, Uma Noite no Museu, a batizando de “Corra do Museu” .

Outros aproveitaram para fazer piadas inteligentes usando as letras do rapper. “Não é uma comédia”, escreveu @_zolarmoon. “Confrontar [seu] passado ancestral não é tão engraçado quando [você é] um negro na América, mas… eu acho. Não está dando realeza no meu DNA, Kendrick.”

Como a XXL relata, o próximo filme será live-action e foi escrito por Vernon Chatman. “Kendrick e Dave Free estão produzindo o filme através da pgLang enquanto Stone e Parker e trabalhando via Park Country”, explica o artigo. A produção está programada para começar nesta primavera americana, embora um diretor ainda não tenha sido contratado.

Veja os tweets abaixo:

 

 

 

 

 

 

Sair da versão mobile