spot_img
spot_img

Klyn explica o que quis dizer após falar que o ‘B-boy’ e o ‘grafite’ já ‘morreram’ na cultura Hip Hop

spot_img

Trapper mexeu com a cena do hip-hop com declaração polêmica

Durante a sua participação no PodPah Podcast, onde foi anunciado como novo membro do Damassaclan, o trapper Klyn, ex- integrante da Recayd Mob, deu uma opinião que tem gerado debates nas redes sociais. Ele afirmou que na cultura hip-hop não tem mais as figuras do B-boy e do grafite

“A molecada precisa muito de um rótulo para se apegar a alguma coisa e não é assim. É tudo uma vertente dentro do hip-hop, dentro da cultura, tá ligado? B-boy já morreu, grafite já morreu… só sobrou nós mc’s e os dj’s que viraram produtores agora. Aí os caras querem dividir o que é trap ou rap?”, disse Klyn, que aida fez questão de exaltar o funk para falar de rótulos.

“O funk está chegando aí agora e chegando nas favelas, maior bagulho louco, tá ligado? O trap que a gente fazia de preto e de quebrada, agora que está chegando graças ao funk. Então, assim, acho que a molecada tem que desconstruir essa parada e entender que a música é a arte e a arte é livre”, afirma

Após a fala no podcast, Klyn foi para as suas redes sociais esclarecer o que disse “Uma parcela da galera da dança e do grafite está interpretando de forma um tanto confusa, quando falei sobre essas artes na “INDÚSTRIA” quando falei morrer não disse que o movimento morreu, mas esta morrendo na indústria, assim como o Rock entre outros movimentos”, falou.

 

 

spot_imgspot_img

Hot Topics

RELACIONADOS