Kodak Black é transferido de prisão após passar por diversas humilhações

331

Depois de entrar com um processo alegando que estava sendo torturado, Kodak Black foi transferido para uma nova prisão.

O rapper Kodak Black está comemorando uma pequena vitória após ter sido transferido para uma nova prisão em Illinois, no Estados Unidos, duas semanas após suas alegações de que estava sendo torturado pelos guardas em Big Sandy, em Kentucky.

Notoriamente conhecida como uma das prisões de segurança máxima mais implacáveis ​​do país, Kodak Black detalhou a extensão de seu trauma em Big Sandy, alegando em um processo recente que o forçaram a defecar e urinar em si mesmo enquanto riam, bem como “sacudiram” seus testículos durante uma luta física. Claramente, Kodak estava sendo tratado de forma desumana e, após sua pressão legal para sair de Big Sandy, estamos felizes em informar que ele foi transferido.

Hoje, em seu Instagram, a equipe de Kodak compartilhou seu novo endereço, onde incentiva os fãs a enviarem cartas a ele para se manter entretido enquanto ele espera o lançamento. “Strike At Me”, escreveu ele. De acordo com o TMZ, duas semanas após o início do processo, Kodak foi transferido para a cidade de Oklahoma. Poucos dias depois, ele foi transferido novamente para Illinois.

Bradford Cohen, o advogado do rapper, diz que conversou com a Kodak esta semana, que está feliz com os guardas sendo mais “profissionais”. Apesar de ser uma situação mais habitável para o artista de 23 anos, ele permanece a milhares de quilômetros de distância de sua família na Flórida, o que ele argumentou ser injusto em várias ocasiões.

View this post on Instagram

Strike At Me 🎯

A post shared by KILL BILL (@kodakblack) on