O rapper tweetou que ele tem um remix pronto para ser lançado, mas seu selo, que é propriedade da UMG, não quer pegar Weezy.

Parece que Kanye West não é o único artista querendo expor suas queixas à gravadora. Apesar de ser bloqueado pelo Twitter por compartilhar as informações pessoais de um jornalista da Forbes, Kanye West recebeu apoio de seus colegas artistas no que se refere a suas reclamações contratuais contra o Universal Music Group e a Sony Music. Trippie Redd compartilhou um vídeo dizendo que concorda com tudo que o magnata da Yeezy tem dito em seus tweets e agora o Logic está co-apoiando as preocupações de West também.

Ontem, Ye twittou: “90% dos contratos de gravação no planeta ainda estão em royalties Um contrato de gravação padrão é uma armadilha para NUNCA recuperá-lo, e há todos esses custos ocultos como as ‘taxas de distribuição’ que muitas gravadoras cobram seus contratos para ganhar ainda mais dinheiro com nosso trabalho, mesmo sem tentar.” O Logic retuitou esta mensagem e acrescentou que tinha planos de lançar um remix para “Perfect”, uma faixa de seu último álbum No Pressure, mas sua gravadora, Def Jam, não está tentando desembolsar o dinheiro para pagar Lil Wayne pela participação. A empresa-mãe da Def Jam é a Universal Music Group.

“Eu sinto que você, Def Jam não está tentando pagar @LilTunechi seus honorários, então eu acho que o remix de “Perfec” ainda não está saindo”, escreveu Logic. Teremos apenas que esperar para ver se a música chegará aos serviços de streaming.