Jannah Theme License is not validated, Go to the theme options page to validate the license, You need a single license for each domain name.

Luísa Sonza se pronuncia após ser processada por racismo

Luisa Sonza garantiu que pagará o valor integral solicitado judicialmente pela autora da ação

Após grande apelo dos fãs para se posicionar publicamente, a cantora Luísa Sonza foi até as redes sociais nesta segunda-feira (19) para revelar que vai resolver amigavelmente o processo onde está sedo acusada de racismo e que irá aceitar o valor pedido pela autora. Apesar de a quantia não ter sido divulgada, algumas pessoas afirmam que o valor é de cerca de 10 mil reais.

Luisa publicou em sua conta no Twitter uma nota, onde falava sobre o caso. “Gente, eu estou acompanhando tudo e meu silêncio nesses dias não é porque não queria falar sobre o assunto, mas porque eu precisava desse tempo para refletir, conversar com as pessoas e entender melhor algumas questões que achei que dominava, mas me dei conta que não”, começou ela. “Estou lidando com essa situação como uma oportunidade para tentar ser melhor, como sempre tentei fazer todas às vezes que alguma coisa aconteceu comigo, publicamente ou não. Por isso, a minha decisão é solicitar uma audiência especial para resolver amigavelmente o processo” afirmou a cantora, que também disse que após o episódio de racismo, a disse que até mesmo pessoas que consideradas aliadas do movimento negro devem estudar mais, buscar por mais conhecimento e aprender a ter mais empatia.

A denúncia contra a cantora foi feita em  2019 pela advogada Isabel Macedo. Ela alega ter sido maltratada pela artista, que pediu um copo de água achando que Isabel trabalhava no local do show. “Ao ser informada de que a autora não era funcionária, a 1ª ré se mostrou visivelmente surpresa, levando a autora a crer que tal fato se deve aos seus traços raciais, razão pela qual registrou ocorrência junto à delegacia de polícia local, que não deu crédito a seu relato”, diz um dos documentos da ação.

Em uma entrevista para o site Notícia Preta, a advogada afirmou que juntou dinheiro por um ano para passar o aniversário em Fernando de Noronha e, durante um festival gastronômico, foi abordada pela cantora que fazia um show e lhe pediu água em tom ríspido após lhe dar um tapa. Isabel narrou tudo o que aconteceu há dois anos: ”Ao voltar do banheiro fiquei próxima do palco para ouvir a música. Era meu aniversário, eu tinha viajado sozinha e estava dançando, me divertindo e aproveitando a festa. Por um acaso parei atrás da Luísa. No evento tinham vários famosos, mas nem sabia quem era ela. Nunca tinha ouvido falar. Foi então que ela virou, bateu no meu ombro e disse “Pega um copo d’água pra mim?’. Eu respondi que não tinha entendido, ela repetiu a frase e completou ‘Você não trabalha aqui?’, relatou a advogada ao site.

“Na hora eu disse a ela que ela nunca sentiria o que eu estava sentindo, pois ela nunca seria confundida com as pessoas que servem nas festas que ela frequenta. Não é demérito algum ser empregada, eu mesma já fui doméstica, a questão é por que a branquitude sempre nos enxerga nessa posição de serviçal? Por que nos entendem como pessoas que só podem servi-los, mas nunca como pessoas que podem consumir, viver e viajar como eles?”, questionou Isabel.

A jurista conta que mesmo tremendo voltou para sua mesa, pediu a conta, e conversou com o garçom que ao vê-la, nervosa com a situação, tentou acalma-la mas, por também ser um homem negro e precisar daquele emprego, não poderia ajudá-la.

Vale destacar que essa não é a primeira vez que a cantora se pronuncia sobre o caso. Em 2020, quando o processo veio atona, a cantora negou as acusações. “Gente, tudo isso é mentira. Não acreditem nisso! Eu jamais teria esse tipo de atitude. Vocês me conhecem bem, sabem qual é o meu caráter, minha índole”, justificou. Na época, a assessoria de imprensa da artista afirmou que o caso era falso, inverídico e vinha “em um momento oportunista em razão do crescimento exponencial da carreira da artista”.

 

 

 

 

Fellipe Santos

Publicitário, carioca, apaixonado por hip hop e tatuagens
Botão Voltar ao topo