Machine Gun Kelly diz que estava “cheirado” e “embriagado” até ser salvo por Megan Fox

MGK lembrou que os primeiros dias de criação de “Tickets To My Downfall” foram um pouco malucos.

Ele tem um punhado de músicas de sucesso em seu currículo, mas Machine Gun Kelly alcançou outro marco quando seu álbum de pop punk ‘Tickets To My Downfall’ alcançou o primeiro lugar nas paradas.

A criação do álbum teve altos e baixos, considerando que Kelly admitiu à NME que nos primeiros dias de elaboração do projeto ele estava “cheirado da cabeça e embriagado”. Ele passou a descrever Tickets To My Downfall como seu “diário” e explicou como conhecer a namorada Megan Fox foi influente no desenvolvimento do álbum.

Quer receber notícias do Rap Mais em primeira mão? Acesse nosso canal no Telegram clicando aqui e faça parte da nossa comunidade!

“Eu me apaixonei durante a gravação deste álbum e me tornei uma pessoa melhor. É interessante”, disse MGK à publicação. “Provavelmente houve uma encruzilhada no meio de fazer este álbum onde o título teria correspondido à realidade. Eu acho que o universo me pegou querendo fazer uma mudança. Foi tipo: ‘Talvez não façamos isso uma realidade; talvez possamos tornar isso irônico.’ Em vez da queda, vá em frente e tenha a maior ascensão da porra da sua vida.”

MGK também tinha uma mensagem para os pessimistas que recorreram às redes sociais para zombar de sua progressão. “F*da-se para qualquer um dos filhos da put* na internet que tentaram fazer uma piada sobre o que agora é a porra de álbum número um.”

What do you think?

Written by Vinicius Prado

Chris Rock diz que rappers da nova geração não conseguem fazer álbuns como Kendrick Lamar

Dave East é acusado de homofóbia após fazer comentários depreciativos sobre Lil Nas X vestido de Nicki Minaj para o Halloween