Matuê tem 11 músicas elegíveis para Certificado de Diamante no Brasil

capa matue

reprodução instagram

Matuê é um dos maiores exemplos de sucesso na música brasileira

Matuê é um dos maiores nomes da cena hip hop brasileira. O artista fez história com seu álbum “Máquina do Tempo” que na época se tornou a maior estreia de um álbum brasileiro no Spotify, quebrando o recorde da cantora Anitta. Desde então o rapper vem colhendo frutos, fazendo com que o merch de ‘Máquina do Tempo’ se esgotasse em poucas horas e fizesse mais de 250 mil reais na primeira hora de lançamento.

Nesta semana ele conquistou mais uma incrível marca. Matuê conseguiu colocar 11 músicas com o certificado de diamante no Brasil. As músicas são: Kenny G, M4, Anos Luz, Quer Voar, Poesia Acústica #7, 777-666, Máquina do Tempo, A Morte do Autotune, Banco, Luxúria e É Sal. O artista segue sendo um dos artistas com mais recordes batidos no rap.


Vale lembrar que em 2020 o artista recebeu das mãos do presidente da Sony Music Brasil, 11 placas de ouro e platina pelos sucessos de suas músicas no Brasil e Portugal. O rapper recebeu das mãos de Paulo Junqueiro placas de músicas como “777-666” que teve 40 milhões de streams com 1 mês de lançamento, placa de Diamante em “Banco” com 130 milhões de streams, diamante duplo com “Anos Luz” que teve 200 milhões de streams e muito mais.

O trapper, que também é dono da gravadora 30PRUM, chegou ao topo do Spotify Brasil com seu novo single, “Vampiro“. Ele também alcançou a incrível marca de 6 6 milhões de ouvintes mensais no Spotify.  Com ‘VAMPiro’, Matuê entrou pela primeira vez no novo chart da Billboard, ficando na 4° colocação.

“Vampiro” era ansiosamente aguardada pelos fãs, sendo a faixa que finalizaria a Trilogia Vampira (“Quer Voar”, “Groupies” e “Vampiro”). Mas a música foi adiada duas vezes antes de ser oficialmente cancelada, já que alguns erros na produção do clipe eram incorrigíveis.

Confira o post abaixo:

Sair da versão mobile