Jannah Theme License is not validated, Go to the theme options page to validate the license, You need a single license for each domain name.

Michael B. Jordan diz que se inspirou em ator de “Zé Pequeno” para fazer Pantera Negra

Michael B. Jordan revelou que se inspirou no filme “Cidade de Deus” para interpretar Erik Killmonger.

O ator e modelo Michael B. Jordan interpretou o vilão Erik Killmonger pela primeira vez em 2018, no sucesso “Pantera Negra”, da Marvel. Em entrevistas, o ator já falou que papel fez ele enfrentar questões que não consegue encarar na vida real. Nesse caso, Killmonger é um homem negro tão frustrado com os séculos de opressão sofridos por seus semelhantes, que está disposto a destruir sua própria ancestralidade.

Além disso, Michael B. Jordan ponderou sobre o peso do personagem, afirmando que teve dificuldade até mesmo com “querer o amor” de sua família após o projeto. O papel foi fruto de muita preparação por parte do ator. Em uma entrevista ao jornal O Globo, em 2018, Michael revelou que assistiu ao filme “Cidade de Deus”como pesquisa para o papel de Killmonger.

Capa Michael B Jordan
Foto: Amy Sussman/WireImage

“Quando a gente fez Fruitvale Station vimos o filme [Cidade de Deus] várias vezes. E pensamos em como nós, frutos do gueto, conseguíamos entender, até sem som, os personagens do Rio de Janeiro. Fiz pesquisa para meu personagem vendo o filme de Fernando Meirelles e Kátia Lund, e ele se tornou um de meus favoritos na vida. Quando Ryan disse que ele queria que os meninos de Cidade de Deus se vissem na tela em Pantera Negra ele resumiu de uma forma bem crua o sumo deste nosso papo”, disse Michael B. Jordan.

Michael B. Jordan também comentou o fato do personagem viver em um conjunto habitacional nos EUA. “A ideia era fazer as duas coisas ao mesmo tempo: um filme de aventura com cenas de ação inovadoras, passadas inclusive no projeto habitacional, mas também tratar de temas que são importantes para nós. Killmonger é um vilão com um passado, ele tem motivos para a revolta social e política que acaba sendo o centro da história. Isso também é inovador, ele sofre com a opressão sistêmica do modelo social americano. O combustível da raiva dele é explicitado de uma forma propositadamente expansiva. Creio que a trajetória dele é similar à de pessoas oprimidas em outras realidades, como o Brasil”.

O filme “Pantera Negra” recebeu inúmeros prêmios e indicações, com sete indicações no Oscar de 2019, incluindo Melhor Filme, com vitórias para Melhor Figurino, Melhor Trilha Sonora e Melhor Design de Produção.

“Pantera Negra” foi o primeiro filme de super-herói a receber uma indicação de Melhor Filme, bem como o primeiro da Marvel a ganhar um Oscar. Também recebeu três indicações no Globo de Ouro 2019, duas vitórias no Screen Actor Actor Guild de 2019 e doze indicações no Critics Choice Movie Awards, entre outras premiações

Botão Voltar ao topo