Morte de pastor leva multidão para frente de funerária após descobrirem bilhete dizendo que ele iria ressuscitar

Capa pastor

Huber Carlos Rodrigues escreveu documento em 2008 falando que passaria por “mistério de Deus”.

O pastor Huber Carlos Rodrigues e a viúva dele protagonizam um fato curioso em Goiatuba, no sul de Goiás. O religioso morreu na última sexta-feira (22), mas deixou uma carta afirmando que ressuscitaria no terceiro dia. Por isso, a mulher não autorizou o sepultamento. No fim das contas, Rodrigues foi enterrado na madrugada desta terça-feira (26/10) com ares espetaculares e fiéis pedindo para que seu caixão fosse aberto.

Rodrigues foi vítima de problemas cardiorrespiratórios. Ele ficou internado em um hospital de Itumbiara, mas não resistiu. O documento que profetiza a ressuscitação data de 2008. Na ocasião, ele diz que teve revelações de um “mistério de Deus” e voltaria à vida às 23h30 três dias depois de sua morte. A empresa liberou, então, o caixão para sepultamento. Um canal de TV da cidade acompanhava a movimentação no local.

Naquela hora, uma multidão aguardava do lado de fora da funerária, esperando pela ressurreição que não ocorreu. Pessoas chegaram a se deslocar ao cemitério responsável pelo enterro, aguardando a chegada do carro fúnebre. Antes que o corpo fosse levado à cova, o grupo chegou a gritar exigindo a abertura do caixão. Os responsáveis pela descida do cadáver chegaram a se entreolhar, mas o coveiro negou a exumação. O enterro aconteceu normalmente, apesar dos protestos.

A promessa de voltar à vida havia sido feita há tempos pelo pastor. Em 2008, Huber escreveu e assinou uma carta, na qual disse ter sido “revelado pelo Espírito Santo” que ele ressuscitaria. O suposto milagre, que não ocorreu, aconteceria às 23h30min do terceiro dia após o óbito.

O religioso foi internado com Covid-19 em agosto deste ano, e faleceu na última sexta-feira, 22. Ele havia chegado a melhorar da doença, sendo transferido da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para um quarto regular, mas apresentou complicações e faleceu.

Confira o protesto na hora do enterro:

 

Sair da versão mobile