Os pedidos mais inusitados dos artistas para os camarins do Rock In Rio

capa rock in rio

Listas de exigências são sempre motivos que geram curiosidade no público

Festivais de música e shows no geral representam uma experiência única para o público. Por outro lado, os bastidores desses eventos tendem a ser bem menos tranquilos e o clima é diferente. Uma questão que sempre causa polêmica são os pedidos e exigências dos artistas sobre os camarins. No Rock in Rio  que acontece no começo de setembro, não seria diferente.

Na última quinta-feira (5)  Ingrid Berger, que trabalha no festival há mais de 20 anos, concedeu uma entrevista ao G1 e revelou quais foram os pedidos mais inusitados das celebridades que irão se apresentar na edição desse ano. Conhecida como “babá dos artistas”, ela fica encarregada de coordenar os camarins dos músicos, e claro que os internacionais dão mais trabalho.

Foto: Reprodução

O Guns N’ Roses, por exemplo, pediu 200 toalhas, sendo 40 delas pretas, de rosto. Curioso sim, mas tranquilo. Fácil de arrumar. Difícil mesmo será conseguir a Jelly Belly Fish, bala americana estilo jujuba em formato de peixinho que o rapper Post Malone quer porque quer. “Nunca tinha ouvido falar nisso, tive que dar um Google”, falou Ingrid. Na pesquisa, descobriu que nem a versão mais simples está à venda no Brasil, muito menos a que ele especificou em seu pedido. “Ele exigia a embalagem que tem uns peixinhos compridos, com uma espécie de rabo”, disse.

O pedido de Malone surpreendeu não só pela especificidade, mas também porque a balinha de paladar e apresentação infantil contrasta com os pedidos do rapper. Ele quer charutos cubanos, uma mesa de beer pong e bebida alcoólica. O que ele vai beber e em que quantidade ainda será definido numa outra lista.

Alguns deles não têm estrelismo algum, garante Ingrid. Demi Lovato, por exemplo deve ficar feliz da vida com um espelho de maquiagem caprichado, daqueles com luzinhas na moldura. Rita Ora também é modesta em suas exigências, que não vão muito além de um roupão felpudo, pantufas e umas garrafas de vinho para relaxar.

O Coldplay traz seu próprio chef, o que não é incomum entre as atrações do Rock in Rio, tanto é que uma cozinha profissional foi montada nos bastidores, pertinho da lavanderia e da despensa, onde ficam os ingredientes pedidos pelos cozinheiros para botar em prática as receitas pedidas pelos artistas.

Já o rider de Justin Bieber dá uma certa ansiedade. A lista ainda não chegou, e a produtora prevê que vem chumbo grosso por aí. “Ele tem uma comitiva enorme e costuma pedir umas coisas meio diferentes”, afirma. Diferente ou não, fato é que Bieber exigiu que ninguém lhe dirigisse a palavra enquanto estivesse na área dos camarins em um de seus últimos shows no Brasil.

Sair da versão mobile