Porsha Williams diz que ouviu uma mulher sendo espancada na casa de R. Kelly

Capa Porsha Williams e R. Kelly

Foto: Michael Loccisano / Getty Images; Alberto E. Rodriguez / Getty Images

A estrela de “Real Housewives of Atlanta” Porsha Williams escreveu em suas memórias que ela conheceu R. Kelly enquanto trabalhava em sua carreira musical em 2007

Durante anos, dezenas de supostas vítimas de R. Kelly apresentaram suas histórias. Vimos a polêmica série “Surviving” de R. Kelly que chocou o mundo e testemunhamos as atualizações constantes do julgamento do cantor em Nova York, que terminou em um veredicto de culpado. Aqueles que alegaram terem sido assediadas, agredidos e vitimados por Kelly há muito se sentaram para entrevistas para detalhar suas supostas experiências, e agora Porsha Williams também está contando sua história.

Em uma entrevista surpreendente para a PEOPLE, Porsha Williams da franquia Real Housewives of Atlanta fala sobre momentos desconfortáveis ​​com Kelly que ela alegou ter ocorrido anos atrás, durante o tempo em que ela estava trabalhando em sua carreira musical. “Percebi que era minha oportunidade de ajudar qualquer pessoa que foi ferida por ele”, disse a estrela de reality show sobre seu suposto encontro em 2007.

Foto: reprodução

“Houve tantos outros casos em que fui abusada por homens que minha mentalidade [naquela época] era a de uma pessoa abusada e que estava tudo bem para mim ser tratada assim”. Em seu próximo livro de memórias, “The Pursuit of Porsha: How I Grew Into My Power and Purpose”, ela afirmou que conheceu um amigo de Kelly e mais tarde foi levado para Chicago para se encontrar com o cantor cara a cara. Ela acreditava que seria levada para o estúdio de gravação dele, mas em vez disso, ela disse que foi levada para a casa dele, e depois para o quarto dele. Porsha afirmou que esperou por Kelly dentro do quarto por horas.

Porsha afirmou que viu Kelly mais duas vezes e aparentemente revelou que ela ficou em sua casa. Ela acrescentou que nunca mais voltou depois de acordar um dia e ouvir os sons de uma mulher sendo espancada em um quarto próximo. “Não é algo que você queira dizer à sua mãe, porque minha mãe é uma mulher muito forte e ela fez o melhor que pôde para me criar”, disse ela.

“E eu acho que para qualquer mulher ou homem que está em uma situação de abuso, você não quer contar a seus pais porque não quer que eles pensem que te decepcionaram de alguma forma. Eu não a quero pensar que ela tinha feito algo errado”. “Mas fiquei feliz quando falei, ela ficou feliz por eu ter contado a ela e conversado sobre isso”, acrescentou Porsha. “Ela me contou algumas de suas experiências. E acabamos de falar sobre como isso deveria ser contado para que outras mulheres não tivessem que passar por isso”.

Confira abaixo as postagens de Porsha no Instagram:

 

Sair da versão mobile