Jannah Theme License is not validated, Go to the theme options page to validate the license, You need a single license for each domain name.

Produtor Ecologyk faz manifestação no CENA 2K23 e desabafa sobre ‘sujeira’ no Rap Nacional

Ecologyk usou de sua presença no festival e redes sociais para fazer um alento à situação do movimento.

Foi realizado neste final de semana na Neo Química Arena a edição de São Paulo do Cena 2K23, com grandes atrações como Don Toliver, Matuê e Roddy Ricch. Prestigiando o festival, mais precisamente no sábado (9), primeiro dia de realização, Ecologyk, vestindo uma camisa da Palm Angels com a frase ‘Foda-se o backstage’, o produtor musical de Guarulhos chamou atenção no evento e nas redes sociais.

Além disso, através de seus stories no Instagram, se aprofundou no manifesto que quis passar. “Na internet é tudo mil maravilhas, mas a verdade é que tem muita sujeira e os mais prejudicados são os que amam de verdade a parada. O justo não existe e na primeira oportunidade vão usar você de escada, é muita falta de respeito e pouco profissionalismo. Hip Hop ou Hip Hype?”, escreveu.

Produtor musical Ecologyk atinge 1 milhão de streams em uma semana de lançamento de seu novo álbum - SLZ7
Foto: Reprodução/Internet

O artista trabalhou em grandes projetos neste ano de 2023, como em seu álbum ‘Never Ghost‘, com mais de 30 artistas nacionais e internacionais, e diariamente está lutando por maior reconhecimento dos produtores musicais, mostrando que apesar da importância que possuem, estão longe de terem a devida retribuição pelo que fazem.

Um assunto levantado na internet durante o Cena, inclusive, foi a inatenção com o silêncio deixado entre as trocas de MC’s nos eventos, podendo ser suprida com um DJ. A questão passou a ser debatida em uma publicação do DJ M$E, integrante do selo Gigantes, de BK’, e coletivo Bloco 7. “Esse silêncio chato que fica na troca de um MC pro outro no palco se combate com DJ’s. Não consigo entender porque a maioria dos festival não põem DJ’s nos intervalos do shows”, disse ele, recebendo a resposta de diversos também envolvidos na cultura que é porque não querem gastar dinheiro.

Botão Voltar ao topo