Capa R. Kelly Capa R. Kelly

R. Kelly é condenado por abuso sexual de menores e pornografia infantil

Essa é a segunda vez que R. Kelly foi condenado.

O cantor R. Kelly foi considerado culpado de várias acusações enfrentadas em seu julgamento federal em Chicago. Um veredicto foi feito julgamento federal de R. Kelly, que enfrentou 13 acusações, incluindo pornografia infantil. Das acusações, o cantor foi considerado culpado de três acusações de pornografia infantil e três acusações de seduzir menores para sexo, enquanto foi absolvido em sete outros. Cada uma das acusações de pornografia infantil acarreta um mínimo de 10 anos de prisão.

Enquanto Kelly foi considerado culpado, seus dois supostos co-conspiradores, Derrell McDavid e Milton “June” Brown, foram absolvidos de todas as acusações. Eles foram acusados ​​de trabalharem contra o julgamento de Kelly em 2008 por acusações estaduais de pornografia infantil, supostamente intimidando e pagando testemunhas. O júri levou um total de 11 horas de deliberação antes de chegar a um veredicto. Eles começaram a se reunir na tarde de terça-feira e chegaram a uma decisão na quarta-feira.

Capa R. Kelly
Foto: Nuccio DiNuzzo/Getty Images

O cantor não foi ao tribunal, mas sua advogada Jennifer Bonjean, disse que ele era uma ‘”vítima de extorsão e exploração financeira e que este homem fez algumas coisas bonitas com sua música. Sr. Kelly não merece isso, não importa o que você pensa dele.”. A principal prova da nova condenação era um vídeo que mostrava o cantor urinando em uma garota de 14 anos, além de dois outros vídeos de R. Kelly abusando de mulheres menores de idade.

“O que R. Kelly queria era fazer sexo com meninas”, disse a advogada adjunta dos EUA, Jeannice Appenteng, nos argumentos finais da promotoria, no início desta semana.  Quarta-feira marca a segunda vez que Kelly foi condenado. No ano passado o cantor foi sentenciado a 30 anos de prisão federal pela juíza distrital dos EUA Ann Donnelly em Nova York, em junho.