Rapper Lil Gnar afirma que Future é melhor do que Tupac e gera polêmica

Capa Future e Tupac

Foto:Paras Griffin / Stringer / Getty Images

As reações a isso foram confusas, já que os fãs de Future e Tupac entraram em guerra nas mídias sociais

Os fãs de Hip Hop estão envolvidos em uma grande polêmica após o recente tweet de Lil Gnar se tornar viral. O rapper e designer de roupas criado em Atlanta sabia exatamente como chamar a atenção quando disparou um tweet controverso e, embora tenha sido curto e direto ao ponto, as reações foram pesadas. Os fãs geralmente gostam de se envolver em debates e discussões sobre quais rappers são os melhores letristas, artistas, escritores ou têm os flows mais notáveis. Tupac Shakur permaneceu um favorito na indústria décadas após sua morte, nomeado GOAT por lendas do jogo e fãs, mas Gnar acredita que outro artista é melhor.

“Future é melhor que Tupac fácil”, escreveu Gnar. Agora, ele não ofereceu uma explicação sobre porque ou como ele chegou a essa conclusão pessoal. Não apenas o tweet acumulou milhares de curtidas e centenas de respostas apenas no Twitter, mas as capturas de tela também foram compartilhadas em outras plataformas onde as pessoas continuaram a conversa.

Foto: Reprodução

Tupac foi, é claro, assassinado aos 25 anos de idade em 1996, depois que um carro em que ele estava foi atingido por tiros. Seu legado permaneceu um marco no Hip Hop, não apenas por causa de seus talentos, mas por conta de suas ideias revolucionárias, construção de comunidade e evolução como homem e artista. No entanto, há uma geração de fãs de Hip Hop que não cresceram com a música do rapper, e suas versões de GOATs ou Top 10 rappers são muito diferentes e, para muitos, Future é uma voz líder sobre qualquer coisa que o artista tenha realizado.

O seu grande legado foi tanto que seus pertences estão em participando de leilões em um preço alto. O disco contém uma grande quantidade de informações raras de Tupac, incluindo fotos dos bastidores e de seus amigos, imagens não vistas do icônico rapper, documentos legais de ações judiciais em que Alexander e Shakur foram citados e músicas inéditas. Frank Alexander estava com o rapper na noite em que ele morreu, e o ex-guarda-costas faleceu em 2013, seis anos após a produção do documentário Tupac Assassination: Conspiracy or Revenge.

Confira abaixo a reação dos fãs no Twitter:

 

 

Sair da versão mobile