Rapper Matuê afirma ser o “cara do momento” na cena desde 2017

capa matue

Reprodução Instagram

Matuê foi ousado, mas alguém descorda?

Como todos sabemos, Matuê se tornou um fenômeno do rap nacional nos últimos anos. O artista está em uma fase iluminada na carreira, onde aparentemente tudo que ele toca vira ouro. Seu mais recente lançamento solo, ‘Quero Voar’, se tornou um hit assim que foi liberado e seu novo som ‘Groupies’ ao lado de Doode e Teto, que foi lançado ontem (29), já era um hit antes de chegar nas plataformas digitais. “Groupies” chega com um videoclipe com os três artista, que no último final de semana estreou para algumas pessoas em cinemas de todo o Brasil.

Depois que ‘Groupies’ chegou Matuê fez uma declaração ousada no Twitter, o rapper de Fortaleza afirmou que é o ‘cara do momento’ na cena desde 2017, ano que ele realmente começou a despontar como um dos grandes nomes do cenário nacional. A afirmação apesar de ser ousada, já que temos Djonga, BK’, Filipe Ret, Orochi, Kyan, Recayd e tantos outros artistas bombando nos últimos tempos, é difícil de ser refutada.

Matuê vem batendo recordes a cada lançamento e se destina a furar a bolha do Rap com colaborações futuras com Anitta, por exemplo. Com isso, fica dificil não dizer que o artista é no mínimo um dos ‘caras do momento’ no rap desde 2017 com diversos hits lançados e um álbum de grande sucesso no currículo, ‘Maquina do Tempo’.

Com a retomada dos eventos e shows pelo Brasil, Matuê é primeira atração anunciada do Rep Festival, que será realizado em 12 de fevereiro do ano que vem, no Rio de Janeiro. O rapper da 30PRAUM foi anunciado como a principal atração do evento, o que prova ainda mais seu ponto.

Com “Quer Voar”, Tuê se superou. A música ficou por algumas semanas em #1 nas músicas em alta no YouTube, acumulando mais de 4 milhões nas primeiras 24h, já no Spotify alcançou 28 milhões de reproduções durante o mesmo período. Além do single, outras 3 músicas de Matuê voltaram ao Top 200 do Spotify, “Máquina do Tempo”, “777-666” e “Kenny G”.

Veja o post abaixo:

Sair da versão mobile