Revista Vanity Fair nomeia Anitta como a “Beyonce feita no Rio”

capa anitta e beyonce

Anitta tem sua carreira exaltada como jamais vista por uma artista brasileira no exterior.

Anitta está mais poderosa do que nunca. Noticiamos recentemente  que a cantora bateu mais um número histórico também no Spotify e segue se mantendo como a cantora brasileira mais escutada na plataforma. Anitta já liderou o ranking no país por três anos seguidos. Agora Anitta foi super elogiada por uma revista italiana por causa do seu poder de influência no Brasil.

A revista Vanity Fair exaltou Anitta e a comparou com Beyoncé. Além disso, afirmou que se ela fosse candidata política seria eleita com uma certa tranquilidade. “Ela pode decidir concorrer à presidência do Brasil algum dia e a verdade é que pode até ganhar a eleição. Anitta é a estrela pop latina mais poderosa e influente. Uma espécie de Beyoncé feita no Rio, que rebola loucamente no palco do Coachella e via Twitter, coloca em seu lugar o atual presidente Jair Bolsonaro, que colabora com Madonna e dá palestras em Harvard”, diz o texto na revista.

“Ela chegou ao topo da parada global do Spotify (entrando assim em o Guinness Book of Records) e organiza workshops de política em seu perfil no Instagram com quase 63 milhões de seguidores. Nascida Larissa de Macedo Machado há 29 anos, ela é uma lenda viva para os jovens”, ainda declararam.

O último trabalho dela a bater grandes números foi a parceria com a lendária rapper norte-americana Missy Elliott e deu muito certo. As duas cantoras fizeram a música “Lobby”, presente no mais novo álbum da brasileira “Versions of Me Deluxe”, e o single vem conquistando os fãs ao redor do mundo. A faixa chegou a entrar no top10 do Spotify Global.

A brasileira lançou em julho a música “No Más”, em parceria com Murda Beatz. Com o som a cantora conquistou seu melhor desempenho nos Estados Unidos. A faixa chegou a alcançar o Top 5 do iTunes estadunidense, com pico na 4ª posição.

Confira o post abaixo:

Sair da versão mobile