Segurança de Megan Thee Stallion quebra silêncio sobre incidente com Tory Lanez

20

O guarda-costas de Megan Thee Stallion revelou que não estava presente na confusão que terminou com a rapper baleada.

O incidente envolvendo Megan Thee Stallion e Tory Lanez começou a dar várias voltas. Mais recentemente, um membro da equipe de segurança da rapper se manifestou. Após relatos na noite de quinta-feira (16 de julho) de que Tory teria atingido Megan no pé com dois tiros enquanto ela tentava sair do veículo em que estavam, seu guarda-costas quebrou o silêncio.

“Se você me conhece e a conhece bem o suficiente, não apenas sabe que eu não estava fisicamente presente nos eventos da manhã de domingo, mas você sabe o porquê”, escreveu o guarda-costas, cuja conta no Instagram é hotguardjustwin, em um post agora excluído. “Se você não me conhece bem o suficiente, ela está bem, eu estou aqui agora, e ela nunca vai pisar fora de casa sem que eu e mais alguns manos que não miram nos pés estejam  presentes”.

Ontem (16 de Julho), o site Page Six do New York Post  informou que Tory supostamente atirou em Megan depois de uma discussão enquanto eles estavam em um SUV. Uma fonte disse à emissora: “Tory disparou os tiros de dentro do veículo enquanto Megan estava do lado de fora tentando sair. Há um vídeo e a polícia está investigando. Este é um caso de um homem que machucou e abusou fisicamente de uma mulher”.

Antes desta notícia surgir on-line, Megan divulgou um comunicado via Instagram, abordando relatos de que a lesão que ela sofreu durante o incidente foi um corte no pé devido aos cacos de vidro que estavam no chão do SUV.

Confira o post do segurança de Meg abaixo.