Site HipHopDX processa 50 Cent por difamação e pede US$ 3 milhões por danos

HipHopDX está indo a batalha.

Os problemas legais de 50 Cent continuam a crescer a cada dia. Há pouco mais de um mês, o rapper processou o site HipHopDX por publicar sua foto sem o devido consentimento. Além disso, Fif acusou o site de publicar “notícias falsas” sobre ele, embora a publicação contestasse essas afirmações. Agora, o HipHopDX entrou com uma ação de difamação contra 50 Cent por supostamente tentar sabotar sua marca através de posts de mídia social.

O The Blast relata que 50 Cent foi atingido com uma ação de difamação do HipHopDX por divulgar “notícias falsas” e tentar sabotar sua reputação e credibilidade. O site disse em documentos judiciais que eles relataram a respeito de 50 de verdade. No entanto, o ataque de 50 Cent a eles através da mídia social, depois de contar para seus milhões de seguidores, que o site estava espalhando mentiras e as rotulou de “uma notícia falsa que não verifica seus fatos”.

“A celebridade conhecida como 50 Cent usou maliciosamente seu poder e influência para atacar falsamente uma pequena empresa de mídia independente por seu conteúdo desfavorável, mas totalmente verdadeiro”, afirma o processo. “No final de junho de 2018, expôs como falsas certas declarações públicas feitas por 50 Cent, alegando ter vendido os direitos de um slogan de três palavras por um milhão de dólares.”

Eles acrescentaram: “Falsos ataques de celebridades e figuras públicas sobre jornalistas e empresas de mídia, classificando-os como ‘notícias falsas’, se tornaram uma arma poderosa para afastar os leitores de fontes respeitadas. Não são meras questões políticas ou de relações públicas para a mídia”. Pelo contrário, são ataques a um negócio e constituem uma difamação clássica – afirmações falsas ao público que pretendem prejudicar uma pessoa ou empresa em sua reputação profissional.”

Enquanto 50 Cent inicialmente processou a empresa por violação de direitos autorais sobre uma foto que eles usaram, a empresa argumentou que Fif não detinha os direitos sobre a foto, mas “supostamente obteve os direitos com o único propósito de ingressar com este processo”.

O site nega todas as alegações no processo de Fif contra eles, além de estarem exigindo US$ 3 milhões em danos.