Seguir

Suposto viajante do tempo de 2030 diz que Tupac não está morto

Assassinato do rapper teria sido fraudado para impedi-lo de revelar segredos Illuminati.

A declaração foi feita durante entrevista para o canal do YouTube ApexTV, conhecido por explorar temas misteriosos e sobrenaturais. Noah, como o entrevistado se identifica, já virou noticia diversas veze. Na última, sob hipnose, ele afirmou que o governo tem matado em segredo outros viajantes do tempo.

De acordo com Noah, o assassinato do cantor foi fraudado e ele está sendo mantido escondido para não revelar segredos Illuminati, a organização que para alguns é responsável por controlar o mundo.

“Quando estava no futuro, tentei obter o máximo de informação possível de todos. Fui capaz de descobrir que Tupac não está morto, mas estava em estado crítico cerca de um ano após sua (suposta) morte”, detalhou o viajante.

Ele explica que alguns amigos do rapper eram Illuminati e tentaram convencê-lo fazer parte da organização. Tupac não deixou claro de entraria ou contaria o que sabia. Mas, segundo Noah, “eles levam as coisas ao extremo”. O viajante acredita que essas pessoas foram capazes de atirar e simular o assassinato do cantor: “O objetivo deles era mantê-lo longe do público”, explicou.

Claro que é muito difícil de se acreditar em tudo isso, mas a entrevista de Noah para o canal ApexTV foi feita com um detector de mentiras. Além das informações sobre Tupac, o suposto viajante do tempo disse que Trump será re-eleito a presidência dos EUA, a cura para alguns tipos de câncer será desenvolvida, o homem chegará a marte e etc. E em todos as revelações, o detector de mentiras confirmou as respostas como verdadeiras.

O homem agora teme por sua vida e preferiu se manter no anonimato. Uma coisa é certa, acreditando ou não, Noah abasteceu ainda mais as teorias conspiratórias em torno da morte de Tupac.

https://www.youtube.com/watch?v=mos__SOMu3w