Tay-K foi condenado a cinquenta e cinco anos de prisão esta semana.

O rapper adolescente Tay-K foi oficialmente condenado a cinquenta e cinco anos de prisão por seu envolvimento no assassinato de Ethan Walker esta semana e as pessoas continuam reagindo às notícias online. Desde o início de seu julgamento, o jovem manteve sua inocência em relação ao assassinato de Walker. Ele entrou com uma confissão por roubo agravado, mas não assumiu a responsabilidade pela morte de sua suposta vítima. Assim, não deveria ser uma surpresa que meros dias após sua sentença, Tay-K já tenha apelado de sua condenação e sentença.

Conforme relatado pelo Fort Worth Star-Telegram, que acompanha o caso com um olhar atento, o rapper recorreu da sua condenação e deseja justiça no seu caso. O júri designado a ele decidiu que a punição adequada para Tay-K, nascido Taymor McIntyre, seria pagar uma multa de US$ 10.000 e passar a maior parte de sua vida na prisão. Como a Complex aponta, o homem que realmente puxou o gatilho para matar Walker já foi condenado à prisão perpetua.

Talvez Tay-K tenha um ponto em apelar da sua condenação. Esta manhã, a HNHH publicou um artigo analisando o precedente que sua sentença provoca em termos do uso da música e das letras no tribunal. Enquanto McIntyre escreveu uma música sobre os eventos após o assassinato, eles deveriam ter sido usados ​​como exemplo para provar sua culpa?