Twitter bloqueou a conta de Kanye West.

O rapper Kanye West tem uma nova causa para defender: músicos que possuem os masters de seus catálogos. Há dias West tem tweetado sobre suas queixas com a indústria da música, principalmente o fato de que muitos artistas estão sendo explorados e “escravizados” pelas gravadoras com as quais assinam contratos.

Sonhando em se tornar grandes estrelas, músicos esperançosos conseguem o que acreditam ser acordos com grandes gravadoras, apenas para perceber, anos depois, que assinaram os direitos de sua música (e do dinheiro que ganharam com dita música) para seus governantes corporativos. Além de não serem totalmente capazes de controlar o que podem fazer com seu trabalho, o fluxo de caixa costuma ser menos estável do que esperavam; sua renda muitas vezes depende de agendas exaustivas de viagens e da venda de mercadorias.
Histórias relacionadas

West já está farto. Seu plano é virar o jogo na indústria da música e expandir os direitos dos artistas. Ele já procurou as gravadoras e se conectou com vários executivos importantes, incluindo uma mulher chamada Katie Jacobs, que faz parte do conselho da Vivendi, a empresa francesa dona do Universal Music Group. Supostamente, a conversa de West com Jacobs levou a um acordo de criação de uma aparência de combinador Y (um tipo de acelerador de capital inicial) para a indústria musical. De acordo com West, o combinador Y forçaria as gravadoras a serem transparentes em seus negócios e permitiria aos artistas controlar suas carreiras.

Logo depois de divulgar um vídeo onde surgiu urinando em seu Grammy na privada, o rapper decidiu divulgar o número do editor da Forbes Randall Lane, alguém que ele chamou de ‘supremacista branco”. Minutos depois de divulgar o número, a postagem parece ter sido bloqueada para os usuários, e agora foi relatado que a equipe do Twitter foi quem fez isso.

Segundo Oliver Darcy, jornalista da CNN, a equipe do Twitter bloqueou o acesso de Kanye West para novas postagens por ter compartilhado informações privadas do editor para o público. Para recuperar o acesso à sua conta, o artista terá que excluir o tweet com as informações. A empresa oculta os tweets que violam suas regras da exibição pública e bloqueia a conta até que o proprietário faça login e remova o tweet.