Tyga não irá enfrentar acusações criminais em caso de violência doméstica contra ex-namorada

Capa Tyga

Foto: Reprodução/Instagram

A ex-mulher de Tyga acusou o rapper de ter batido nela em outubro

O fim de semana de Ação de Graças de Tyga acabou de ficar um pouco melhor. O TMZ relata que o hitmaker não receberá uma acusação criminal em seu caso de violência doméstica contra sua ex-mulher. Caso você tenha perdido, sua ex, Camaryn Swanson, o acusou de ter batido nela no mês passado, até mesmo documentando seus ferimentos no Instagram para a visualização do público.

Não muito depois, Tyga teve tempo para dar seu lado da história. “Quero que todos saibam que as acusações contra mim são falsas”, disse ele. “Eu não fui preso. Fui para a delegacia prestar esclarecimentos. Não fui acusado de nenhum crime”. Hoje, fontes policiais compartilharam com o site que as autoridades entregaram o caso de Tyga ao Ministério Público do Condado de Los Angeles, mas o procurador distrital do estado revelou que o caso só agora chegou às mãos do Ministério Público De Los Angeles.

Foto: Reprodução

Isso significa que o jovem de 32 anos não será punido por nenhum crime, pois isso é algo que só o Ministério Público pode divulgar. O artista nascido no Compton ainda não está totalmente livre; é possível que ele receba uma acusação de contravenção civil após as alegações de Swanson.

Os dois supostamente começaram a namorar no início deste ano, oficializando seu relacionamento no Instagram em fevereiro. A data da separação permanece incerta, mas fontes dizem que isso aconteceu antes do suposto incidente de violência doméstica.

Uma fonte próxima a Tyga afirma que o incidente ocorreu depois que Swanson foi à casa do rapper por volta das 3 da manhã. O rapper permitiu que ela entrasse em sua residência depois que ela supostamente estava parada em sua porta “gritando a plenos pulmões”.

A mãe de Swanson acabou indo para a casa de Tyga. Mais tarde, ela contatou a polícia para acusar Tyga de colocar as mãos nela durante a discussão. Um B.O. de violência doméstica foi feito depois que os policiais notaram “marcas visíveis” nela.

Confira abaixo as postagens no Twitter:

 

Sair da versão mobile