Tyler, The Creator reflete sobre morte de Virgil Abloh e revela quanto designer lhe ajudou

Virgil faleceu dias antes de Tyler lançar sua nova coleção le Fleur

Nos últimos anos, Tyler, The Creator enfatizou seu desejo de ser uma figura proeminente na indústria da alta moda e do streetwear. Suas coleções Golf le Fleur até agora têm sido principalmente focadas na forma de tênis por meio de seu contrato com a Converse.

Na época em que se apaixonou por roupas, Virgil Abloh estava no topo da carreira, trabalhando com rappers como Kanye West e a A$AP Mob, bem com a Nike e Off-White. No entanto, não foi até 2019 que Tyler se conectaria de forma significativa com Virgil, assim que ele se comprometeu a levar a Golf le Fleur para o próximo nível.

Em uma entrevista recém-lançada da Fast Company, Tyler explicou como Abloh foi fundamental para ajudá-lo a construir uma comunidade de pessoas para ajudá-lo a manifestar seus objetivos na moda.

“Em 2019, foi quando eu decidi, ‘Oh, cara. Acho que vou fazer essa coisa da le Fleur.’ E quem realmente me incentivou a fazer isso foi meu mano DevHynes, Solange (irmã de Beyoncé) e Virgil. E eu disse, ‘Ei, cara, acho que quero fazer isso’. Ele ficou tipo, ‘Oh, o que você precisa?’ Eu disse, ‘Bem, eu nem sei por onde começar…’ ‘Aqui. me da uma semana ‘[disse Virgil]. Mano, ele me colocou em contato com pessoas na Itália e aqui e ali, e-mails [e] ligações, FaceTimes com pessoas que eu não conhecia.”, contou.

Agora, avançando dois anos depois, Tyler explicou que na semana em que Virgil morreu, era a semana em que ele finalmente revelaria os produtos finais de sua coleção para ele. O rapper pretendia convidar Virgil para ver os produtos antes de morrer, mas não conseguiu por causa da tragédia. “E essa era a semana que eu ia dizer: ‘Ei, Virgil, o que você me ajudou, o que você me fez começar, o que sua mão amiga fez, eu finalmente posso mostrar a você o resultado’. Eu queria tanto ele aqui para ver como tudo ficou, tipo ‘Ei, olha o que eu fiz.’ Porque eu queria que ele apenas dissesse ‘Fod*’. E eu queria que ele soubesse.”, disse o rapper.

Tyler enfatizou o quanto ele amava Virgil e como ele tinha um coração bom com todos que encontrava: “Ele se esforçava para todos. Demorei até a perceber isso. [Virgil tinha] bom coração. Lembro-me de ser estranho.. Tipo, ‘Por que ele fecha com todo mundo?’ Anos atrás. Não de um jeito ruim, mas eu não conseguia entender – meu ódio e atitude de idiota pretensioso não conseguia imaginar que alguém pudesse ter um coração tão aberto como aquele. E demorei um pouco para entender isso. E depois estava apenas pensando, ‘Você é na verdade a porra de um anjo. Você é um anjo, mano.’ Ele deixou sua marca. Ele fez isso, Ele fez aquilo, Ele é um gigante.”

O chapéu e o suéter que Tyler usou na entrevista fazem parte da próxima coleção Golf le Fleur. Confira a entrevista completa abaixo e pule para a marca de 18:25 para ouvir Tyler falar sobre Virgil Abloh.

Sair da versão mobile